A homeopatia e as crianças

As vantagens da homeopatia frente aos remédios convencionais. Como medicina, a homeopatia tem crescido muito nos últimos anos. Segundo as estatísticas, de 1990 a 1997, sua utilização aumentou quase 4%. Dentro desse crescimento, observa-se um claro aumento na utilização dessa medicina em lactantes e crianças. Numa publicação britânica sobre a prática homeopática na Noruega, comenta-se que 1 em cada 4 consultas ao homeopata, em 1998, correspondeu a crianças entre 0 a 9 anos. Isso se deve a que muitos pais percebem essa medicina como segura, inofensiva, e sem efeitos tóxicos. Pode-se administrar a um bebê recém-nascido, desde quando haja uma consulta médica prévia.

Os medicamentos homeopáticos são preparados a partir de substâncias naturais, provenientes do Reino Animal, Vegetal e Mineral, e não apenas de plantas com muitos acreditam. São usadas tanto substâncias que possuem ação tóxica, se usadas em quantidades ponderais ( arsênico, mercúrio, venenos animais, etc..), como substâncias consideradas inertes quando usadas em quantidades ponderais ( sílica, carbonato de cálcio, etc..).

O que é a homeopatia?

A homeopatia é um sistema de medicina alternativa que emprega remédios carentes de ingredientes quimicamente ativos, em dose mínima. Suas substâncias produzem efeitos semelhantes aos sintomas da doença que se deseja combater, com o qual se ativa a resposta metabólica. A homeopatia é uma das chamadas Medicinas Alternativas mais conhecidas e que gozam de maior aceitação. Junto à acupuntura, é a prática mais popular.

Um bom cuidado médico começa em casa. Hoje em dia, por causa dos efeitos colaterais dos medicamentos convencionais, principalmente quando são administrados aos bebês ou às crianças muito pequenas, muitos pais estão recorrendo aos medicamentos homeopáticos para tratar problemas pediátricos, agudos ou crônicos, como a asma, as alergias, as cólicas, eczemas, inclusive as desordens de conduta, a otite, e a diarréia. Ainda que os remédios homeopáticos apresentem bons resultados nas crianças, antes de começar a usá-los, é aconselhável que se consulte um médico, sobretudo se o quadro clínico da criança não evolui favoravelmente no princípio. A consulta médica é muito necessária.

A consulta médica

A consulta a um médico homeopata, normalmente inclui uma extensa entrevista e uma avaliação sobre muitos aspectos relacionados à criança. Os problemas de saúde que ela tenha tido, o histórico familiar, os padrões de sono, preferências alimentares, temperamento e normas de conduta. A partir desses dados, o médico realiza um perfil do paciente, e determina o tratamento.

O tratamento homeopático

É um tratamento muito útil não somente em infecções agudas, mas também em males que se repetem na criança com frequência. A medicação homeopática funciona muito bem no tratamento de cólicas, quadros gripais, conjuntivite, asma, eczemas, alergias, etc. No mercado podemos encontrar dois tipos de remédios: os homeopáticos simples e os de fórmulas mais complexas. Para as doenças mais comuns, pode-se utilizar o D6, D12 ou D30, enquanto que para as doenças mais complexas é recomendável que peça orientação de um profissional médico, já que as fórmulas complexas são combinações de medicamentos homeopáticos orientados a patologias específicas. Essas fórmulas são de fácil manejo. 

A utilização do medicamento homeopático requer um bom conhecimento do assunto médico e do quadro do paciente para sua correta aplicação. O que os pais não podem fazer é auto medicarem aos bebês e crianças. É comum que alguns pais consultem amigos e familiares que têm filhos e que já usaram a homeopatia, para curar o que seu filho tem. Cada criança é uma realidade diferente e tem que ser avaliada diferentemente. Não se pode utilizar a mesma medicação homeopata de uma criança a outra. Essa prática deve ser evitada. Uma medicação não orientada pode ser ineficaz e prejudicial aos bebês.

Os medicamentos homeopáticos devem ser conservados ao abrigo do calor, umidade, energias eletro-magnéticas de qualquer natureza emitidas por aparelhos eletro-domésticos, radiações, odores fortes. Por esses motivos os medicamentos não devem ser guardados juntos com medicamentos alopáticos, principalmentes os que contenham cânfora em sua composição, nem devem ser colocados na frente da televisão, nem guardados em bolsas com perfume ou cigarros ou nos carros.

Em lactantes e em crianças menores de 2 anos, é aconselhável utilizar a homeopatia em glóbulos para que o chupem ou que o tomem dissolvidos em água, na mamadeira, ou no leite. As gotas homeopáticas são mais indicadas às crianças maiores de 2 anos, em água, leite ou suco, devido seu conteúdo alcoólico de 45º. Em um quadro agudo, a ação do medicamento homeopático é rápida. Em caso de que a criança não apresente melhoria 24 ou 48 horas, deve-se buscar ajuda médica. Nos quadros clínicos, a homeopatia pode ser por períodos prolongados, já que necessita de contraindicações e de efeitos colaterais tóxicos.

O que NÃO é homeopatia

Não podemos confundir Homeopatia com as várias formas de medicina alternativas existentes e disponíveis, algumas muito em moda e usadas aleatoriamente e sem devida compreensão, por parte de seus usuários, de seus princípios terapêuticos e indicações. Não é Homeopatia: Antroposofia, Terapia Floral ( de Bach, mineiros, californianos, australianos, etc.). Fitoterapia ( tratamento com plantas), Oligoterapia, Naturopatia, Probiótica, Cromoterapia, Medicina Ortomolecular, Radiestesia, Iridologia, Moxabustão, entre outras.

 

21 comentários

  • V
    Viviane

    23/03/2013 23:15

    Tenho uma filha de 9 anos que é muio alérgica, já teve 4 pneumonias e infiltrações pulmonares. Gostaria de saber se é recomendado a homeopatia nestes casos e se não há nenhum risco pra ela. Já tentei vários medicamentos para melhorar essas infecções; que veem acontecendo pelo menos uma vez ao ano; mas não adiantou. O que faço? Podem me ajudar?

    Avaliar
    Responder
  • Érlen

    04/03/2013 14:54

    Meu filho tem transtorno de asperges, ele toma remédio controlado, melleril 25 mg, manhã, noite. Mas ele tem reação, sofre de muitas dores de cabeça, a cabeça dele esquenta, agonia, fica pálido, eu não sei mais o que fazer. ja e o 6º médico, 02 neuropediatra, 04 psiquiatras. ele tem reação a maioria das medicações controladas. será que a homeopatia ajudaria ele.

    Avaliar
    Responder
  • e
    evanicanine

    22/12/2012 04:58

    tenho uma neta com 2 anos e 3 meses ela é muito agitada ela fica brava por nada arranha morde se joga no chao bate na gente nao sabemos mais o que fazer nos ajude por favor qual medicamento homeopatico ela deve tomar pois confio muito na homeopatia obrigada desde ja.

    Avaliar
    Responder
  • T
    TANIA

    27/08/2012 08:56

    BOM DIA. MEU NETO TEM 4 ANOS E ESTA COM SINUSITE, ELE FAZ NATAÇÃO POR FAVOR ME DIGA SE TEM ALGUM PROBLEMA!!!
    VOU LEVA-LO PARA UMA CONSULTA
    DESDE JÁ
    OBRIGADA

    Avaliar
    Responder
  • p
    priscila ap de o carlos

    04/07/2012 12:06

    tenho uma filha de 4 anos e desde os 6 meses é tratada c/ homeopatias ,devido a um quadro de alergias e bronquite asmática MAS ESTA BEM CONTRLADA,,mas por muitas vezes devido a varias sinusites tv q tomar muito antibioticos ela desenvolveu gástrite ,duodenite e 3 pólipos pequenos no estomago, agora toa remédios p/ estomago(OMEPRAZOL , MOTILIUM)tenho medo q precise tomar antibioticos novamente, será q as homeopatias q ela toma vai conseguir curá-la qd tiver infecçoes de garganta e sinusite ou gripes???ela toma :thuya occ,bryonia alba ,hydrastis,lobellia,dulcamara,arsenicus albus,belladona.mande-me respostas obrigada

    Avaliar
    Responder
  • e
    eliane

    03/05/2012 20:27

    Eu tenho um filho de 9 anos e tem defict de atenção e tem medo desde pequeno de chuva,raios e trovão,e está tomando remédio controlado RITALINA e ANAFRANIL para os medos e ansiedade,eu não gostando das reações,eu queria saber se na homepatia tem tratamento pra defict de atenção e medos?

    Avaliar
    Responder
  • D
    Danilo

    19/04/2012 13:34

    Para todas as maes de primeira viagens ou sortudas, fui tratado por 10 anos com homeopatia, e quando fiquei mais velho exigi um tratamento em um alergista e após um tratamento sério com várias injeções, tive uma melhora real de minha bronquite, sinositi e reniti, minha vida mudou e pra melhor, não caiam nessa ladainha....

    Avaliar
    Responder
  • s
    suzana

    15/02/2012 07:04

    tenho um menino de 1ano e 3 meses desde que ele nasceu que ele nao dorme a noite eu já nao sei mais o que fazer.

    Avaliar
    Responder
  • J
    Juliana Folly

    02/01/2012 13:03

    Eu estou com o mesmo problema que as minhas amigas de criança que nao dorme a noite, tenho uma filha de 5 anos que tenho que deitar com ela ai ela dorme e na madrugada me chama a noite todo, so que tenho um bebê de 1 ano e meio que ela me chama tantas vezes que acaba acordando elezinho que por sua vez se ela nao apurrinhar ele dorme a noite todo, meninas o que vcs fizeram, me de uma ajuda nao estou mais aguentando ficar a noite todo em claro. bjs

    Avaliar
    Responder
  • E
    ELIANA

    26/10/2011 11:13

    Minha filha tem 6 anos a dorme na minha cama, varias vezes já fui para outra cama durante a madrugada mas ela acorda e faz o maior escandalo e ela tem muito medo de tudo, não vai em nenhum comodo da casa sozinha.

    Avaliar
    Responder

Página: 1 de 3 (21 Artigos) 123››