Especial

  • Desenhos de letras com carinhas para pintar
    Desenhos de letras com carinhas para ...
  • Desenhos de frutas para imprimir y colorir
    Desenhos de frutas para imprimir y co...
  • Desenhos de Aniversário de Criança para colorir e pintar
    Desenhos de Aniversário de Criança pa...
  • Desenhos de Mandalas para colorir com as crianças
    Desenhos de Mandalas para colorir com...

A criança e os palavrões

A independência que vão experimentando pouco a pouco as crianças, as induzem a provar o limite do permitido. Saltam, correm, comem e se vestem sós, e a cada dia descobrem o poder da linguagem. Dizer palavrões é um exemplo disso, principalmente quanto compartilham atividades com crianças mais velhas, e possivelmente com criação e princípios diferentes.

O que é um palavrão?

Palavrão surge normalmente quando a criança descobre e utiliza o poder da linguagem para se expressar. Cronologicamente podemos mostrar essa circunstância entre os 3 e os 5 anos de idade, quando a criança vai crescendo. É uma etapa a mais que as crianças passam. No entanto, um palavrão na boca de uma criança dessa idade, não é nada, se tiramos a importância que ele acarreta. Quando uma criança diz “idiota”, ou “imbecil”, dirigindo-se à sua mamãe, não deseja que o verdadeiro significado dessas palavras chegue à ela. O mais provável é que o faça porque é incapaz de encontrar palavras como estas para expressar seu estado de ânimo. O importante nessas situações, é que os pais canalizem os sentimentos negativos e os palavrões das crianças a outras formas de expressão.

O que você disse? Pergunta a mãe chateada com o filho que acabou de soltar um palavrão. Será essa a melhor maneira de evitar que os filhos digam palavrões? O que podemos fazer diante dos palavrões dos nossos filhos, considerando que cada família impõe limites que consideram aceitáveis, já que nem todos somos ofendidos com as mesmas palavras. Agora, uma coisa queremos deixar bem claro, é que se os pais fazem “vista grossa” com os filhos que os ofendem com palavrões, desrespeitando-os desde pequenos, com toda certeza, quando esses se tornarem adolescentes, ficará muito mais difícil impor-lhes limites ou disciplinas.

Já dizia o sábio Salomão: “Ensina a criança o caminho que deve andar, e quando ainda for velho, não se desviará dele”. Alertando que ensinar não é apenas dizer o que a criança pode ou não, mas é dar exemplo. Palavras sem atitudes são como o vento. Abaixo um resumo das recomendações.

1- Dar exemplo. Se você não quer que seu filho diga palavrões, então também não os profira. Porque o que não se ouviu, não pode se reproduzir ou imitar.

2- Evitar rir ou sorrir diante de qualquer palavrão. Por mais graciosa que possa resultar uma expressão ou algum palavrão, rir-se dele é um grande erro, e incentiva a criança a repetí-la.

3- Explicar de forma simples e clara que estas palavras ofendem, incomodam, que não são respeitosas e que existe um princípio básico nisso tudo: o que não gostaria que fizessem contigo, não faça você também.

4- Manter a calma e não dê importância demais, já que uma atitude em excesso do adulto, pode produzir efeito contrário. A criança deve sentir que os palavrões não são a melhor forma de chamar a atenção dos seus pais. O melhor é reconduzir essa etapa com naturalidade para que os palavrões percam seu poder e seu efeito na criança. A disciplina funciona sempre, desde que seja bem explicada e atinja o seu objetivo.

5- Oferecer alternativas. Incluir outras palavras a um sentimento ou situação em que se encontre a criança. Cada família pode adotar as palavras do seu meio cultural e social que sejam mais oportunas. Ensinar às crianças, por exemplo, que é melhor dizer ao seu irmão que está angustiado, porque quebrou seu carrinho, do que chamá-lo de imbecil ou de burro. Os pais podem inventar alguma palavra nova e divertida para substituir as ofensas. Mas sempre devem chamar a atenção para o respeito entre familiares, porque as atitudes de uma criança dentro de casa, certamente refletirão numa atitude semelhante fora dela.

6- Oferecer leituras para aumentar o vocabulário da criança e fazê-la descobrir novas expressões, exclamações,...mais divertidas.

Se a situação persistir, talvez os pais deveriam avaliar outras causas, por exemplo, se dão suficiente atenção à criança ou se estão sendo extremamente rígidos com sua educação. Pode ser que a criança esteja utilizando os insultos só para chamar a atenção dos seus pais. Pode ser que quando se portam bem, não lhe dêem muita importância como quando se portam mal.


 

Comentários

21 comentarios

Avatar

  • juliana miranda
    juliana miranda

    25/04/2013 22:58

    Tenho um filho de 3 anos que fala muitos palavroes. Tenho passado por momentos dificeis com ele tanto na escola quanto em casa.Não sei mais o que fazer, já deixei de castigo,tirei o que gosta,coloquei-o para pensar,porem nada surte efeito. Estou desesperada me ajude por favor!

    Avaliar
    Responder
  • Debby Boladona
    Debby Boladona

    23/02/2012 19:58

    Crl meu filho tem 2 anos de puta idade e fala as porras dos palavrões , Caraleooow eu não sei aonde ele ta aprendendo essas porras !! Os pessoal diz que ele aprendeu comigo pq falo mto palavrão ! Mas Caralho eu não falo nenhum palavrao porra! Meu filho diz : Chupa bucetinha ! Piranha de uma egua ! Porra e filho da puta ! Cacete etc ..

    Oque eu faço porra ?

    OBRIGADA CARALHO

    Avaliar
    Responder
  • fabiane
    fabiane

    02/01/2012 17:05

    meu filho tem 2 anos; aprendeu a falar palavrao. no bairro onde moro tem muitos adolescentes que falam. e criança é facil para aprender coisas que nao podem. falei que é feio. ensinei troca essa palavra ====== pela palavra feio. ele agora fala o palavrao e chama a pessoa de feio. me ajudem.

    Avaliar
    Responder
  • mn njm
    mn njm

    19/07/2011 15:22

    :)ai ai wannna crai a live mt self and timeee.dont close your eu=se.,xzchbzxµn cvxjhx vzvxcj hm

    Avaliar
    Responder
  • Maria Fernanda
    Maria Fernanda

    13/07/2011 10:29

    :-*meu filho tem tres anos,fica muito na cxasa da avó que mora na casa da frente e lá tem meu sobrinho de 18 anos que fala palavrõess e a mãe dele tbm,minha sogra é um poço de palavrões.um dia cheguei e ela estava brincando com ele de cala boca um para o outro como se isso fosse lindo.agora ele fala para mim e o papai dele (cala boca)seu idiota,vai tomar banho sua maldita você é maldita entre outras que ele ouve,filha da p.... ele parou de falar de tanta oração,ele mesmo pede para eu fazer uma novena com ele para ele parar de disser essas coisas,ele é um filho muito amoroso,mas qualquer coisinha ele explode...

    Avaliar
    Responder
  • Fabiana
    Fabiana

    04/07/2011 06:03

    Meu filho completou recentemente 3 anos e desde o inicio do ano aprendeu a falar "cala a boca"..... nossa ta dificil tirar isso dele, e em casa nos não falamos isso nunca... e ele em contrapartida diz isso pra todo mundo... basta provoca-lo.

    Avaliar
    Responder
  • Fabiana
    Fabiana

    04/07/2011 06:03

    Meu filho completou recentemente 3 anos e desde o inicio do ano aprendeu a falar "cala a boca"..... nossa ta dificil tirar isso dele, e em casa nos não falamos isso nunca... e ele em contrapartida diz isso pra todo mundo... basta provoca-lo.

    Avaliar
    Responder
  • maria oliveira
    maria oliveira

    29/06/2011 05:54

    tenho uma enteada(de 15 amos) que não mora comigo, mora com a mãe(a 500km de s.paulo!). Vem passar férias e feriados conosco(o pai dela e eu). Nós não falamos palavrões em nenhuma circunstância! Outro dia descobri pelo msn que esta garota tem uma "página"(não sei se é este o nome!!!)no Twitter e fui ler o que havia escrito. Fiquei horrorizada e me senti muito mal, havia palavrões no meio dos cometários dela. Ela vem na próxima semana ficar conosco, como falar sobre isso com ela? Agradeço o que puder dizer!
    Maria

    Avaliar
    Responder
  • LIVIA
    LIVIA

    14/12/2010 06:36

    :o CRIANÇA QUE CHAMA PALAVRÕES EU ACHO CULPA DOS PAIS, TENHO UM SOBRINHO QUE CHAMA CADA PALAVRÃO QUE EU QUE SOU GRANDE NUNCA NEM OUVI FALAR ELE É INSUPORTAVÉL NEM PARECE CRIANÇA E TUDO POR SER MIMADO E FAZER TUDO QUE QUER. O PAI E A MÃE NEM LIGA, SÃO DOIS IPAIS.

    Avaliar
    Responder
  • Rosy
    Rosy

    27/09/2010 05:18

    Tenho um filho de 3 anos que desafia a todos em casa e na escola.
    Não sou mãe conivente, ponho no cantinho, já conversei, já dixei sem tomar suco, ele pede desculpas mas logo repete...não sei mais o que fazer...

    Avaliar
    Responder

Página: 1 de 3 (21 Artigos) 123››

Inscreva-se em nosso canal

Familyes TV
  • os animais-espanhol

    Os animais em espanhol

  • experimentos com ovos

    Experimentos com ovos

  • cantigas de roda

    Canções para ninar o bebê

Os animais em espanhol

  • APRENDE CON PIPO: Los cetáceos

    APRENDE CON PIPO: Los cetáceos

  • Aprenda espanhol com crianças - Animais da fazenda

    Aprenda espanhol com crianças - Animais da fazenda

  • Aprendemos los sonidos de los animales

    Aprendemos los sonidos de los animales

  • Aprendemos Los animales domésticos

    Aprendemos Los animales domésticos

  • Os animais marinhos - Espanhol para crianças

    Os animais marinhos - Espanhol para crianças

  • Aprende los animales. El zoo: el león y el elefante

    Aprende los animales. El zoo: el león y el elefante

  • Aprende espanhol com o seu filho - Animais da selva

    Aprende espanhol com o seu filho - Animais da selva

  • APRENDE CON PIPO: Los reptiles

    APRENDE CON PIPO: Los reptiles

  • Aprende los animales salvajes. Babyradio Arturo.

    Aprende los animales salvajes. Babyradio Arturo.

  • Adivinanzas con animales. Qué forma tienen.

    Adivinanzas con animales. Qué forma tienen.