Filhos

Promocionado

A síndrome pós-férias e as crianças

De que forma a síndrome pós-férias pode afetar as crianças? A síndrome pós-férias afeta cerca de 15% dos adultos, mas também afeta entre 5 e 8% das crianças, principalmente os filhos de pais que também sofrem com os sintomas dessa síndrome. Tristeza, apatia, queda de rendimento, falta de concentração, ansiedade e irritabilidade, são os principais sinais que podem indicar que uma criança esteja afetada pela síndrome. Se o quadro avança, as crianças podem sentir problemas físicos, dores de cabeça, de estômago e insônia.

Promocionado

Quando devo levar meu filho à creche?

Levar o bebê à creche? Devem considerar as seguintes situações: a família, a disponibilidade de horários, o estado da criança. Mas, em geral, recomenda-se que leve a criança à creche quando são capazes de andar, de dizer algumas palavrinhas, e quando se encontrem em condições de adaptar-se às novas situações.

Promocionado

Brincadeiras com bola para crianças

Os beneficios das brincadeiras com a bola para os meninos e meninas. A bola é, em muitas famílias, o primeiro brinquedo das crianças. Sua praticidade e utilidade fazem com que seja o brinquedo preferido das crianças. E sua acessibilidade, assim como seus benefícios, fazem com que seja o brinquedo mais adquirido pelos pais.

Promocionado

Guarda compartilhada dos filhos

Lei brasileira de guarda compartilhada é aprovada. O que pode mudar na relação de pais e filhos, depois da separação do casal? Uma nova lei sobre a guarda compartilhada, regulamentada pela Lei 11.698, de 13 de junho de 2008, consiste basicamente na possibilidade dos pais e mães dividirem a responsabilidade legal sobre os filhos, e ao mesmo tempo compartilharem com as obrigações pelas decisões importantes relativas à criança. A relatora do projeto foi a deputada Cida Diogo.

Promocionado

Os inimigos da comunicação familiar

As razões de uma má comunicação familiar. Quando um membro de uma família chega à sua casa, pode perceber uma mensagem de bem-estar ou tensão, sem a necessidade de olhar o rosto do restante da família. Isso pode acontecer em razão de quanto mais estreita seja a relação entre as pessoas, mais importância terá, e mais evidente será a comunicação não verbal.