Pais exigentes en Guiainfantil.com Brasil

Tipos de pais e a comunicação com os filhos

Conhecendo o perfil de cada pai e mãe. Em função das palavras que dirigimos às crianças, podemos comunicar uma atitude de cumplicidade, ou pelo contrário, de ignorância e desatenção.

Quanto exigir de uma criança?

Encontrar uma medida justa às vezes é um dilema na educação dos filhos. Afinal, as crianças não chegam com um manual de instruções. Somos nós, os pais, que devemos conduzi-los. Ser exigente demais ou demasiadamente tolerante é um erro.

Os pais tiranos

Existem pais que pensam que têm um conhecimento superior e sentem que o seu destino é pressionar as pessoas em seu próprio benefício. Humilhar aos outros os fazem se sentir bem. Quando não conseguem com seus companheiros fazem isso com seus filhos.

Pais muito exigentes. Consequências para a criança

São muitos os pais que pensam que quando se tem uma criação rígida em casa, as crianças terão um melhor comportamento e a sua educação será a correta. Mas, na realidade é outra muito diferente, já que as crianças não necessitam de autoridade negativa nem castigos para poder se comportar bem.

Quem consente mais, papai ou mamãe?

Em toda família tem o pai ‘bom’ e o pai ‘ruim’. O pai bom dá carinho, segurança, compreensão, liberdade e criatividade. O pai ‘ruim’ impõe limites, ordem, disciplina. Em alguns lares, tanto a mãe como o pai tenta ser o mais exigente ou mais permissivo. Mas, não nos enganemos. Na maioria das casas existe sim um pai bonzinho. E, é claro, um pai ruinzinho. Quem dos dois é bom ou ruim? Papai ou mamãe?

Como são as crianças perfeccionistas

As crianças perfeccionistas são extremamente exigentes consigo mesmas e se propõem objetivos praticamente impossíveis de alcançar, e se o resultado for muito bom, mas não perfeito elas ficarão chateadas. A idade mais habitual para que se desenvolva essa síndrome do perfeccionismo vai dos 4 aos 7 anos. É a partir dessa idade quando os pais começam a se dar conta do nível de exigência do seu filho consigo mesmo.

Erros dos pais permissivos

Quando se exerce autoridade se diz ao filho de maneira indireta que os pais sabem o que é melhor para ele. E antes de exercer essa autoridade já foi criado um vínculo de confiança e uma base que não pode existir se formos demasiadamente permissivos.

Consequências da hipercriação nas crianças

A hipercriação é um estilo educativo baseado na superproteção, um modo de educar as crianças controlando e planejando cada milímetro do que fazem. Uma forma de criação superprotetora em busca do filho perfeito, do filho de sucesso e triunfador.

Pais muito exigentes convertem seus filhos em mentirosos

Os psicólogos nos dizem que os erros mais comuns entre os pais é não manter um equilíbrio, uma vez que existe uma tendência em ser um pai autoritário e severo, ou um que não imponha limites e normas aos filhos. E você? Está em qual desses grupos? Você é um pai muito exigente ou se considera muito liberal?

Ad