Gripe suína: O consumo de carne de porco é seguro

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

As crianças podem consumir tranquilamente carne de porco com os controles de saúde adequados.  O vírus da gripe suína é um vírus humano que contamina pelo contato com outra pessoa afetada e não por comer carne de porco. Estamos perante um surto de gripe humana provocado por um vírus modificado de origem suína, mas que é um vírus humano.
 

Carne de porco e o vírus da influenza

A carne de suíno não tem qualquer razão para ser questionada é perfeitamente segura porque o consumo de carne de porco não transmite o vírus da influenza ao homem. A verdade é que a terminologia da gripe suína induz ao erro  e faz que as pessoas possam  ficar mais alarmadas do que aquilo que seria necessário pelo consumo da carne de porco.
 
Para explicar melhor, o que aconteceu foi que o vírus H5N1, que normalmente circula nos humanos, fez mutações e recombinações.  O vírus recombinou-se com material genético de vírus de origem suína no México e começou a ter a capacidade de se transmitir pessoa a pessoa.
 
Nos últimos anos tem havido uma preocupação grande com a gripe aviária, mas a situação é completamente distinta. O H5N1 (gripe das aves), que ainda não adquiriu a possibilidade de se transmitir pessoa a pessoa, é um vírus altamente agressivo e patogênico que esporadicamente afeta as pessoas que contata com as aves contaminadas com alguma freqüência
Neste caso, os suínos não estão afetados por qualquer vírus que seja diferente daqueles que normalmente circulam entre os porcos.