Como proteger as crianças do vírus da gripe suína

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Vírus da gripe suína nas crianças e bebês
Os especialistas médicos alertam que pouco se pode fazer para prevenir uma pandemia da gripe suína, mas dizem que medidas de senso comum podem ajudar aos pais a proteger aos seus filhos da contaminação da gripe suína. 
 
É muito importante saber que partículas com o vírus podem resistir em mesas, brinquedos  e outras zonas freqüentadas pelas crianças. O contacto do bebê ou dos meninos com ponto infectado pode levar a contaminação da doença.
 

Medidas contra a contaminação do vírus da gripe suína 

 
A primeira medida, e a mais importante contra o vírus da gripe suína, é lavar as mãos, uma maneira surpreendentemente eficaz para prevenir todos os tipos de doenças, incluindo a gripe comum, e a nova e misteriosa gripe suína. Lave suas mãos e as do seu bebê freqüentemente.
 
Proteja a sua tosse ou o seu espirro. O vírus da gripe pode espalhar-se em tosses e espirros, mas evidências crescentes mostram que pequenas partículas do vírus podem colar-se em qualquer lugar e serem transferidas pelos dedos quando levados à boca, nariz ou olhos pelas crianças e adultos.
 
Álcool em gel e sabonetes em espuma são eficazes na destruição de vírus e bactérias.
 
Qualquer um com os sintomas semelhantes ao da gripe suína – ou de qualquer outra gripe -, como febre repentina, tosse ou dores musculares, deve evitar o trabalho ou o transporte público e deve realizar exames médicos.
 
Distanciamento social é uma boa táctica dos pais para evitar a contaminação nestes momentos de pouca informação sobre a doença. Ou seja, ficar longe de outros adultos e crianças que possam estar infectadas, e evitar grandes aglomerações, trabalhar e até repousar em casa se a infecção se espalhar pela comunidade.
 
Se você viaja para zonas afetadas estas são as recomendações para evitar a contaminação do vírus da gripe suína em adultos e crianças.
 
  • Lavar freqüentemente suas  mãos e a dos seus filhos, com água e sabão, para reduzir a probabilidade de transmissão da infecção.
  • Cobrir a boca e nariz quando espirrar ou tossir, usando lenço de papel sempre que possível.
  • Utilizar lenços de papel, que devem ser de uso único, depositando-os num saco de plástico que deve ser fechado e colocado no lixo após utilização.
  • Limpar superfícies sujeitas a contacto manual (como maçanetas das portas) com um produto de limpeza comum. 
Os viajantes que regressem de áreas atingidas ou que tenham tido contacto próximo com qualquer pessoa infectada e que apresentem sintomas de gripe (febre alta de início súbito, tosse, dificuldade respiratória, dores musculares e dores de cabeça) devem permanecer em casa e ligar para o médico ou centro de saúde.