Tênis para as crianças

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Quando uma criança pode começar a jogar tênis. Quanto antes as crianças praticarem algum exercício físico, melhor. O tênis é um esporte que cada vez mais ganha mais seguidores. Cuánto antes los niños hagan algún ejercicio físico, mejor.

É uma atividade ideal para crianças, adolescentes e adultos. É um jogo divertido, socializador e educativo. Desenvolve a motricidade e a coordenação, e ajuda no fortalecimento e na tonificação da musculatura das crianças. Além disso, estimula a disciplina, os reflexos, a psicomotricidade, assim como o sentido de responsabilidade.
Como ocorre em muitos outros esportes, não existe uma idade exata com a que se deve inscrever a criança numa aula de tênis. Tudo dependerá da habilidade e capacidade de cada criança. No entanto, especialistas no tema podem afirmar que a partir dos 5 anos de idade, em geral, as crianças já possuem um controle mais acentuado dos seus movimentos, sendo assim a idade adequada para começar a aprender este esporte. O preço das aulas de tênis varia muito, dependendo da cidade, local, instalações, até mesmo do professor. É um esporte relativamente caro considerando o preço da raquete, bolas, além de aluguel de quadras, etc.

Por que jogar tênis?

Cientistas e doutores de todo o mundo confirmam que o tênis é uma das atividades físicas mais saudáveis para se praticar. O tênis oferece grandes benefícios físicos e psicológicos para as crianças.
- Beneficios físicos do tênis: capacidade aeróbica, força muscular, coordenação dos movimentos, velocidade, agilidade, flexibilidade, etc.
- Beneficios psicológicos do tênis: desenvolvimento da disciplina e da aprendizagem do jogo, reforça o valor do trabalho e do esforço, cria um sentido competitivo íntegro, estimula o trabalho em equipe, desenvolve habilidades sociais, melhora a autoestima, a segurança e a diversão.

Como iniciar uma criança no tênis?

A primeira vez que uma criança pega numa raquete, com certeza não manejará adequadamente. Além da raquete, a criança também irá estranhar as dimensões da quadra e da velocidade das bolas do tênis. Esse frustrante treino poderá gerar um sentimento de insatisfação e de desânimo, e inclusive de chateação. Pensando nisso, os instrutores de tênis criaram o que se chama de tênis curto ou minitênis, o que nada mais é que um jogo proporcionalmente reduzido que conta com uma quadra menor, uma rede mais baixa, uma raquete menor, mais leve, assim como uma bola mole e esponjosa, ideal para os principiantes mais pequenos desse esporte.

O mais importante durante as aulas de tênis, é assegurar a diversão. Se as crianças se sentem cômodas e controladoras das jogadas, desfrutarão muito mais do jogo. E isso contribui numa melhor aprendizagem.

As regras também mudam para o tênis infantil:

- As partidas se jogam em melhor de três sets;
- O set se joga até onze pontos;
- O saque muda de mãos a cada quatro pontos e o jogador que está sacando pode realizar duas tentativas para colocar a bola na quadra;
- O saque do lado direito da pista deve ser cruzado;
- O demais segue as regras normais do tênis.

A mudança do minitênis para o tênis, é determinado pelo progresso da criança e sua evolução técnica que deverão ser analisados pelo professor. Entre outras coisas, deve-se ter em conta sua capacidade de passar a bola sobre a rede, sua estabilidade no movimento da raquete, sua forma de lançamento, sua capacidade de trocar bolas, sua  posição na quadra, etc. 

Fuentes consultadas:
- Mundo raqueta- Geocities.com