O castigo físico na infância

Vilma Medina

Vilma Medina

Bater nos filhos deve ter um sentido. Existem muitas formas de entender o castigo físico. Muitas formas de explicá-lo e definí-lo. No entanto, existe uma que reúne os variados conceitos: o castigo físico é o uso da força, causando dor, mas não feridas, com o propósito de corrigir uma conduta não desejável na criança. Essa definição foi difundida por “Save the Children” (Salve as crianças), dentro da campanha “Eduque, não bata”, empregada para a sensibilização contra o castigo físico na família.

Todos temos vivido situações de castigo físico alguma vez. Uma surra, um cascudo, ou uma palmada, é usado por muitos pais para dar um basta à rebeldia ou a desobediência dos filhos. São cenas tão cotidianas em nossa sociedade que a muitos não estranham mais. No entanto, é algo que faz sentir mal não apenas a criança, mas aqueles que aplicam o castigo. E por que será? Nunca se pergutou porque se sente tão mal depois de bater no seu filho?

Educar ou bater

A prática do castigo físico está fortemente enraizada em nossa sociedade, transmitida através de gerações, mas isso não quer dizer que seja a melhor maneira de se educar uma criança. Como pais, e dentro de uma sociedade que cada dia se preocupa mais com a educação das crianças, devemos buscar alternativas mais construtivas e positivas, que estimulem seu desenvolvimento sadio, e que nos faça sentir bem a todos. Não queremos declarar culpados os que usam o castigo físico como norma de educação. Só queremos que despertem e experimentem outras formas mais construtivas de educar. O bater não ensina, não educa, só representa ameaça e submissão das crianças. O castigo ensina a criança a ter medo e a ser submisso a tal ponto de diminuir sua capacidade para crescer como pessoa autônoma e responsável.

Por que os pais batem nos seus filhos

Existem muitos motivos porque os pais recorrem ao castigo físico:

- Porque consideram oportuno para a educação dos seus filhos

- Porque o utilizam para descarregar seu nervosismo

- Porque precisam de recursos suficientes para enfrentar uma situação difícil.

- Porque não possuem as habilidades necessárias para conseguir o que querem

- Porque não definem bem as situações sociais que enfrentam

- Porque não conseguem controlar suas emoções

Se refletirmos sobre os motivos que levam os pais a baterem nos seus filhos, damo-nos conta de que precisam de algum sentido. Não se justifica o castigo físico, e não convencem como forma de educação. Os efeitos que produzem o castigo físico causam dano a todos, pais e filhos. Portanto, sua erradicação é uma obrigação ética.

“Ensina a criança o caminho que deve andar, e quando ainda for velho, não se desviará dele” (provérbio de Salomão).

 

38 comentarios

  • magda

    2013-04-17 14:35:05

    sou mae de 6 filhos hoje sao adultos alguns universitarios e todos sem vicios de alcool e drogas sao pessoas honestas,participam de grupos de igreja, nunca castiguei fisicamente, a nao ser briguinha entre irmao quando pequeno era q eu davam uns tapas, sempre procurei assistir com eles filmes e contar fatos infantis, hoje vejo um neto de um ano e dez mezes sofrendo gritos e agreçoes, a minha nora se doia quando dizia q nao fui de fazer aquilo, e ela diz que é coisa de vó, pois ela so cuida da aparencia da criança que ela mais importante ela inguinora, ela diz que menino nao pode fazer o que quer e eu digo que tem que ensinar a ele fazer alguma coisa, a um mes ela inventou de costurar e ele ficou totalmente abadonado de tanto eu ver o menino sofrer comecei a ficar com ele ela com raiva foi morar em zona rural proximo a familia dela que o pai e um alcoolatra, o irmao adolecente esta entrando no vicio do alcool a mae uma depreciva, que so vive em medicaçao controlada, ela disse q nao queria criar perto de mim. porque filho perto de vo nao da pra gente

  • Farias

    2012-05-11 15:07:40

    Minha avó teve 5(isso mesmo: cinco!) filhos e educou sem bater. Formou-se um médico, uma professora, um filósofo e advogado, uma manicure e uma cabeleireira. Nenhum drogado, nenhum ladrão! Todos pessoas de caráter. EDUCOU SEM BATER. Desculpa, minha avó também era das antigas e não batia em ninguém. Meu pai também não me batia e isso fez total diferença na minha vida. Graças ao modo como ele me tratou eu entendi que eu não devia aceitar ser maltratada por homem algum.

  • Michely

    2012-05-04 06:02:13

    Também acho que não se deve bater pra machucar, mas umas palmadinhas de vez em quando não deveria ser proibido.Tb apanhei na minha infancia .Eu e meus 3 irmãos, mas não tivemos trauma nenhuma, só serviu para ajudar na nossa educação, somos todos de carater e respeitamos a todos, graças a educação que tivemos na nossa infancia.Hoje crio os meus 2 filhos assim, é claro falo umas 3 vezes, se eles não obedecem, eu dou uns tapinhas sim, mas nada que ferem. E são 2 crianças amorosas, e que recebem elogios por onde vão. Parabéns aos meus pais que me ensinaram, pq se todo mundo seguir essa lei aí , as crianças no futuro crescerão adultos agressivos ,irresponsáveis e sem limites.

  • Antonio Marcos

    2012-04-23 10:35:14

    Tenho duas filhas, Gemeas uma delas a Paula ficou deficiente por erro medico, a Mãe nos abandonou falando que não iria perder a juventude para cuidar de aleijado. Paola por sua vez ficou revoltada atribuindo culpa a irmã. Quando eu saia para trabalhar Paola espancava a irmã. Numa determinada epoca Paola andou se marcando para colocar culpa na empregada por maus tratos e assim poder manipular a baba que horrorizada pediu demissão. Aos 10 anos de idade Paola fugiu para casa de um garoto de15 anos,um vizinho viu, deu-lhe uma palmada e a colocou para casa. Eu fui arguila sobre o ocorrido. Ela disse que todos estavam mentindo, tentando jogar uns contra os outros. Vendo que não conseguiu, de forma ironica disse que a vida era dela que ela não pediu para nascer e que tinha os direitos dela que queria namorar. Amem de todo o ocorrido eu estava apavorado pois tinha informações que minha filha estava frequentando o Beco dos Cracudos. Diante do exposto, no intuito de corrigir pois por muitas vezes dialoguei com a menina. Dei seis correidas na minha filha que dois dias depois foi a Delegacia dar parte de mim e dia 25/04/2012 estarei sendo julgado na Cidade de Paraty. Fato em nenhum momento o Conselho Tutelar procurou saber a real verdade dos fatos e o mais trite e que varias criãnças estão entregue as drogas e a prostituição e gostaria de saber onde esta o Estado,o Conselho Tutelar ou o Ministerio Publico.Salvem nossa familias... Por favor.

  • bruno

    2012-04-18 06:09:53

    nesse site num tem nada ¬¬

  • bruno

    2012-04-18 06:08:13

    nesse saite num tem nada

  • jorge

    2012-04-17 18:47:53

    olha eu sou da antiga. O meu lema é não leo o pau comeu..este neg.de castigo pramim não serve. só olhar como esta juventude de hoje.não respeita mais ninguem.

  • taina

    2012-04-17 13:08:08

    eu tenho 10 anos e acho que tenho deprssão

  • Fábio Kelbert

    2012-02-06 16:08:55

    Oi gente eu tenho 10 anos e agora a pouco meu pai me bateu com vários tapas no braço e no rosto e fikou bem marcado isto é conciderado agressão ? e ele pode ser preso ? n quero que ele seja preso mas preciso saber pra que se acontecer d novo eu consiga falar com ele sobre as concequencias meu email é [email protected] . Obrigado

  • gabriela

    2012-01-19 14:37:17

    nao bata eduque

  • gabriela

    2012-01-19 14:33:22

    ficar de castigo e muito ruim

  • wanusa

    2012-01-18 12:44:35

    tenho 37 anos no meu tempo podia bater no filho, apanhei de cinto, chinelo. mas hoje em dia não se pode nem dar uma palmada. oq fazer para a criança ter medo e não repetir.

  • fabio

    2012-01-17 13:58:15

    Tenho uma filha de 12 anos e desde de nenem ela ja era temperamental, hoje esta pior, ja tentei de tudo, conversar, da castigo, bater, conversar, castigo, castigo, mais ela simplismente faz oque ela quer, dificil, as vezes estou tao abatido que eu penso em eu mesmo passar por um psicologo, me sinto um derrotado como pai, talvez seja minha culpa da minha esposa, sinceramente nao sei, uma coisa eu sei, nao irei mais ter filho............

  • ....

    2012-01-14 23:05:21

    bater nos filhos(mesmo que seja apenas uma palmada)não é a solução pois apenas fará com que criança chore muito e o que ela fez de errado ela voltará a fazer no futuro o problema é que os pais não educão seus filhos direito porque se eles educaçem do jeito certo não precisariam bater em seus filhos. Resumindo a culpa é dos pais as crianças fazem apenas o que os pais ensinaram.

  • bia costa

    2011-11-23 10:59:26

    que bater em criança o que na hora de faze-la e bom mais depois as discriminam e as umilham por nao saberem educalos de maneira correta

Ad