Como se diagnostica o sopro no coração da criança

Sinais que podem indicar sopros cardíacos nas crianças

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A expressão 'sopro cardíaco' pode parecer muito preocupante para os pais. No entanto, é importante saber enfrentá-lo com serenidade e otimismo até a conclusão dos exames complementares, que irão determinar as características do sopro da criança.

É possível que se trate de um sopro fisiológico, funcional, e, portanto, passageiro, que permitirá que a criança tenha uma vida normal, sem restrições em sua atividade física nem supervisões cardiológicas.

Diagnóstico de sopro no coração da criança

Sinais que podem indicar sopro cardíaco nas crianças

No entanto, caso seja um sopro orgânico (patológico), o melhor é levar a criança para um cardiologista.

Entre 40% e 50% das crianças saudáveis apresentam sopros inocentes sem nenhuma outra alteração e com desenvolvimento físico absolutamente normal.

O sopro se ouve quando se ausculta a criança através do estetoscópio, quando passeia por zonas diferentes do peito enquanto o coração bate. Os sopros cardíacos podem ser escutados tanto em bebês, como em crianças maiores ou em adolescentes. Alguns sopros cardíacos podem indicar que existe algum problema no coração.

Se o pediatra suspeita que a criança possa ter algo mais sério do que um sopro funcional, ele a encaminhará para um cardiologista infantil, que lhe pedirá alguns exames complementares, como eletrocardiograma, raios X de tórax e ecocardiograma.

O ecocardiograma fornece detalhes da anatomia do coração e informações sobre suas características funcionais. Ele registra a circulação do sangue através do coração e permite determinar a direção e a velocidade do fluxo sanguíneo dentro das cavidades cardíacas.

Classificação dos sopros cardíacos nas crianças

Os sopros cardíacos se classificam em uma escala de intensidade de 1 a 6 de acordo com seu volume.

O grau 6 se ouve muito fortemente. Para avaliar com exatidão, o pediatra deve determinar em que parte do coração se escuta melhor o sopro, quais são suas características (ou seja, se é discordante, agudo ou suave e parecido com um soprinho), em que momento do ciclo cardíaco é produzido, ou se modifica quando a criança muda de posição. Pode ser que o pediatra encaminhe a um cardiologista para uma nova avaliação.

O que é um sopro funcional

São sopros ou ruídos que se escutam no coração durante um exame (check up) de rotina. Os sopros funcionais podem aparecer e desaparecer, dependendo do ritmo cardíaco da criança, da posição que esteja durante o exame e da presença de febre.

O que é uma cardiopatia congênita

As cardiopatias congênitas estão presentes desde o nascimento e representam um tipo de problema ou anomalia cardíaca que pode desenvolver com sopro. Algumas não são suficientemente graves no princípio para produzir sopro que possa ser detectado durante o exame.

Como funciona o coração das crianças e bebês

O coração tem quatro cavidades e quatro válvulas que funcionam como portas de um único sentido. As duas cavidades inferiores do coração, que bombeiam o sangue se denominam ventrículos e as duas cavidades superiores, que se enchem de sangue, são as aurículas.

Quando a circulação sanguínea é normal, o sangue que regressa do corpo tem pouco oxigênio e vai para a aurícula direita. Esse sangue passa através de uma válvula (tricúspide) para o ventrículo direito e logo se desloca através da válvula pulmonar até os pulmões, para receber oxigênio.

Esse sangue enriquecido com oxigênio volta para a aurícula esquerda e através de uma válvula (mitral) entra no ventrículo esquerdo. Logo o sangue é bombeado através da válvula aórtica para todo o corpo mediante a aorta, um grande vaso sanguíneo que leva o sangue aos vasos sanguíneos menores do corpo para entregar-lhes o oxigênio.

Por que o coração bate

O som normal das batidas do coração é produto do fechamento das válvulas quando o coração se contrai para empurrar o sangue através do corpo. Quando existe um sopro cardíaco, se produz um som extra, que pode ser escutado graças ao estetoscópio, que ajuda o médico a avaliar seu estado. Em certas ocasiões, os sons extras são apenas resultado de um fluxo sanguíneo normal, que circula por um coração normal. Em outros casos, o sopro pode indicar um problema cardíaco.

Marisol Nuevo. Redatora