Como orientar o uso da internet pelas crianças

Regras para monitorar o uso da internet pelas crianças

A Internet pode ser um ótimo local para aprender, se divertir, bater papo com os amigos da escola ou simplesmente aprender, relaxar e explorar. Mas, assim como na vida real, a internet pode ser perigosa para as crianças. Os pais devem vigiar e ter acesso à navegação dos filhos na internet.

O que aconteça com a criança na Internet é responsabilidade total dos pais. Eles são os que devem orientar e monitorar o uso da internet pelas crianças. Tudo é uma questão de orientar e ensinar.

Como monitorar o uso da internet pelas crianças

Como monitorar o uso da internet pelas crianças

Existem algumas normas essenciais para assegurar que a criança navegue pela internet de uma forma segura. Antes de permitir que seu filho permaneça online sem a sua supervisão, estabeleça algumas regras com que todos concordem.

1- A primeira delas é manter o computador conectado à Internet em uma área comum da casa, nunca no quarto da criança. É muito mais difícil para um predador estabelecer uma relação com seu filho se a tela do computador ficar facilmente visível. Mesmo quando o computador estiver em uma área pública da casa, sente-se com seus filhos quando eles estiverem online.

2- E a segunda norma imprescindível é ensinar à criança como usar a Internet com segurança:

- Incentive seus filhos a compartilhar suas experiências na Internet com você. Divirta-se na Internet junto aos seus filhos.

- Ensine-os a confiar em seus instintos. Se alguma coisa online fizer com que se sintam nervosos, eles devem lhe contar.

- Se seus filhos visitam salas de bate-papo, usam programas de mensagens instantâneas, videogames online ou outras atividades na Internet que exijam um nome de login como identificação, ajude-os a escolher um nome que não revele nenhuma informação pessoal sobre eles.

- Insista para que nunca informem seu endereço residencial, número de telefone ou outras informações pessoais, como onde estudam ou onde gostam de brincar.

- Ensine a seus filhos que a diferença entre certo e errado na Internet é a mesma que na vida real.

- Mostre a eles como respeitar os outros online. Explique que as regras de bom comportamento não mudam apenas por estarem em um computador.

- Insista para que respeitem a propriedade de outros online. Explique que fazer cópias ilegais do trabalho de outras pessoas, como música, videogames e outros programas, é roubo.

- Diga a eles que não devem nunca encontrar amigos virtuais pessoalmente. Explique que os amigos virtuais podem não ser quem eles afirmam ser.

- Ensine a eles que nem tudo o que lêem ou vêem online é verdade. Encoraje-os a perguntar a você se não tiverem certeza.

- Controle as atividades online de seus filhos com software de Internet avançado. Os controle de menores podem ajudar a filtrar conteúdo ofensivo, monitorar os sites visitados pelos seus filhos e descobrir o que fazem lá.

- Use o software de controle dos pais que vem embutido em novos sistemas operacionais como o Windows Vista ou que você pode baixar por download gratuitamente como Configurações do Windows Live Family Safety.

Referências:
Microsoft Brasil

  • Uma boa comunicação em família
    Uma boa comunicação em família

    Uma boa comunicação, une a família. É claro que não existe uma regra básica para melhorar a comunicação em uma família. Cada família é um mundo distinto, uma linguagem única. O que deve existir, como meio de melhorar a comunicação, é a vontade, o interesse, e a disponibilidade por parte dos pais, e que esse espaço seja criado e vivido intensamente, na medida do possível.

    • Os riscos e perigos da internet para as crianças
      Os riscos e perigos da internet para as crianças

      As crianças e a internet. Como orientar o uso da internet pelas crianças. Mais do que nunca o diálogo e a confiança entre pais e filhos continua sendo a melhor arma contra possíveis enganos e erros na utilização da internet. Os riscos e perigos da internet para as crianças.

0 comentários