10 dicas para educar e criar filhos felizes

Como introduzir a felicidade na educação das crianças

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Como os pais podem educar a felicidade das crianças, dos filhos? O que faz feliz a uma criança? Todos sabemos que existem situações que podem definir muito bem a felicidade de uma família: o bem-estar, a despreocupação, segurança, tranquilidade... Pois esse é o estado ideal para que a criança cresça, 'floresça' e seja feliz.

Outra coisa é o exemplo. Se lutamos pela nossa felicidade, seguramente os nossos filhos também o farão e será mais fácil para eles viverem momentos de felicidade.

10 conselhos para que conseguir filhos felizes

Filhos felicidades. A felicidade se aprende

Conseguir que os nossos filhos sejam felizes é e deve ser o propósito de todos os pais, mesmo sabendo que não é uma tarefa tão fácil. A revista LivesCience, nos oferece 10 conselhos que algumas investigações revelam para educar crianças felizes.

1- Pais positivos

Os pais que expressam emoções negativas para seus filhos ou que os trate de maneira grosseria, são propensos a ter filhos agressivos. Se você é do pai ou a mãe que sempre está irritado, bravo, furioso, o melhor é que mude o seu comportamento diante dos seus filhos. Lembre-se de que a melhor educação é o exemplo. Mostre-se divertido e positivo, e tente sempre despertar coisas positivas nos seus filhos.

2- Pais que estimulam a auto-compaixão e o agradecimento

A auto-compaixão é uma qualidade muito importante porque ajuda às crianças a serem mais resistentes diante dos desafios da vida. Saber escutar aos filhos e não reprimir os seus sentimentos e pensamentos, é uma forma de ensinar-lhes a auto-compaixão.

Ensinar-lhe a ter empatia com o sofrimentos dos demais e a reconhecer os seus próprios sofrimentos, também. Agradecer também é um bom instrumento para fazer com as crianças reconheçam tudo o de bom que elas têm.

3- Pais que oferecem liberdade

É muito importante que os pais confiem e ofereçam liberdade aos filhos. Impedir que as crianças tenham novas experiencias tanto pode atrasar o seu desenvolvimento, e suas capacidades e habilidades, como fazê-los mais ansiosos, mais dependentes e menos sociais. Não seja um pai ou uma mãe possessivo (a) ou muito mandão e autoritário com os seus filhos.

4- Boa relação entre os pais

Toda relação de casal tem momentos bons e não tão bons. Não deixe que os problemas entre vocês, pais, abalem a estabilidade emocional dos seus filhos.

A melhor educação não é só aquela que se adquire na relação mais direta com os filhos, mas também naquela que você vive com o seu marido ou esposa. Casamentos desequilibrados podem levar a crianças infelizes.

5- Boa saúde mental dos pais

Pais deprimidos podem contribuir para o estresse dos filhos. Por esta razão, é muito importante que vocês cuidem da sua saúde mental. Nenhum criança pode estar bem se os seus pais não estiverem bem. As crianças notam, percebem tudo, e o comportamento dos pais é muito importante para elas.

6- Boa relação entre pais e filhos

As relações dos pais com seus filhos são extremamente importantes e é assim que desenvolvemos a nossa capacidade de ter relacionamentos bem sucedidos como adultos, os nossos pais são os nossos exemplos e modelos. Assim sendo, o melhor é que pense sobre a relação que você tem com o seu filho e corrija o que seja necessário.

7- Pais que respeitam a opinião dos filhos

A autonomia em casa promove a autonomia das crianças entre os amigos. As crianças devem ter um espaço na relação e no diálogo com os pais, para dar a sua opinião, para expressar a sua falta de acordo, a sua negação a alguma situação.

As crianças precisam aprender a defender-se e a contar com o apoio dos pais. Não impeça que o seu filho diga o que pensa ou que argumente. É importante que você o escute.

8- Não exija filhos perfeitos

Ninguém é perfeito, nem os pais, nem os filhos, por isso não devemos nos torturar para dar a educação perfeita aos filhos, nem exigir que eles sejam perfeitos. Pais que exigem perfeição acabam confundidos e menos confiantes em suas habilidades parentais.

Faça um esforço para ignorar a pressão e ser um pai ou uma mãe mais relaxado(a). Incentive aos filhos sem pressioná-los.

9- Pais que brincam com os filhos

Os filhos precisam de pais que se divirtam com eles, que brinquem e agreguem criatividade na vida deles. As crianças cujos pais são menos rígidos podem ser menos ansiosas o depressivas.

As brincadeiras somam alegria e motivação à vida das crianças. Invente teatros com as caixas e papéis de presentes, pintem ou colorem desenhos com os filhos, invente uma exposição com os desenhos que façam as crianças, etc.

10- Conheça os seus filhos

Cada criança é um ser diferente. Uma boa educação, baseada no conhecimento profundo de uma criança é a melhor forma de fazê-la feliz. Quanto mais tempo os pais passem com os seus filhos, mais aprenderão com eles e mais respeito terão pela sua forma de ser.

Conheça a personalidade e o carácter do seu filho, as suas emoções, o que ele gosta e o que não, esta será a única forma de que sejam felizes.