O comportamento agressivo nas crianças

Origens da conduta agressiva infantil

Vilma Medina

Vilma Medina

Uma das grandes dificuldades dos pais é saber como tratar a conduta agressiva dos seus filhos, já que, com frequência, eles têm que encarar a desobediência e a rebeldia dos filhos. A agressividade é um transtorno que, em excesso, e se não tratada na infância, provavelmente originará problemas no futuro, e se converterá em forma de fracasso escolar, falta de capacidade de socialização e dificuldades de adaptação.

O que entendemos por agressividade nas crianças?

comportamento-agressivo-da-criança-pequena A 

Quando se fala de agressividade, se está falando de machucar, física ou psíquica a outra pessoa. E essa ação intencionada pode ser manifestada através de chutes, arranhões, gritos, empurrões, palavrões, mordidas, puxões de cabelo a outra pessoa. Esse comportamento é relativamente comum e, com frequência, aparece quando a criança completa um ano. 

Quando o bebê nasce, traz impulsos amorosos e agressivos que, com o tempo e com o cuidado dos pais, começará a se distinguir e diferenciar. Dependendo do estabelecimento dos seus vínculos afetivos, começará a desenvolver um tipo de relação pessoal com outros. Esse é um conceito muito importante e com grande repercussão na vida da criança. Sua personalidade se construirá a partir do seu conhecimento do mundo ao seu redor. Para isso, é necessário que o bebê se sinta protegido e cuidado no seu meio da sua família. 

A influência da família no comportamento da criança 

A família é um dos elementos mais relevantes dentro do fator sociocultural da criança. A família é tudo para ela. A família é o seu modelo de atitude, de disciplina, de conduta e de comportamento. É um dos fatores que mais influenciam na construção da conduta agressiva

Está comprovado, que o tipo de disciplina que uma família aplica à criança, será responsável pela sua conduta agressiva. Um pai muito exigente, por exemplo, e que tenha atitudes hostis, e que está sempre desaprovando e castigando com agressão física ou com ameaças constantes ao seu filho, estará incentivando a agressividade na criança.  

Outro fator que induz a criança à agressividade é quando a relação entre os seus pais é tensa e constante. Dentro do fator sociocultural, influenciariam tanto o tipo de bairro que a criança viva, assim como a presença de expressões que incentivem a agressividade, como “não seja covarde”. Os fatores orgânicos do tipo hormonal, os problemas cerebrais, os estados de má nutrição e os problemas de saúde, entre outros, também influenciam no comportamento agressivo. E dentro do fator social, a criança que não tem estratégias verbais para enfrentar as situações difíceis, será facilmente conduzida para a agressão

Causas da conduta agressiva infantil

Causas da conduta agressiva infantil

O comportamento agressivo é normal e deve ser vivido pela criança. Na infância, são normais os ataques de agressividade. O que acontece é que algumas crianças persistem em sua conduta agressiva e em sua incapacidade para controlar seu gênio forte, podendo sentir-se frutrados diante do sofrimento e da rejeição dos demais. Segundo as teorias do impulso, a frustração facilita a agressão.

A criança violenta e agressiva que briga muito

A criança violenta e agressiva que briga muito

Quando as brigas da criança são frequentes, o que os pais devem fazer. Pode ser que uma criança empurre a outra, jogando-a no chão e pegando seu brinquedo. Se a outra criança chora e se afasta, a criança agressiva se sente vitoriosa, já que conseguiu o brinquedo. É importante identificar se esse padrão está ocorrendo nas crianças agressivas.

A criança que morde

A criança que morde

Quando uma criança morde, pode ser um sinal que esteja sofrendo algum problema emocional. Pode ser parte do desenvolvimento normal morder de vez em quando, mas o morder persistentemente é um sinal de que a criança tem problemas emocionais ou de comportamento.

Como aplicar limites aos filhos

Como aplicar limites aos filhos

As crianças precisam de limites. Como educar com disciplina nossos filhos. Uma disciplina eficaz na hora de aplicar limites aos nossos filhos é o mais importante. Se apresentamos uma boa regra, nosso filho estará disposto a cumpri-la porque o que eles querem é nos agradar.

Problemas de auto-estima nas crianças

Problemas de auto-estima nas crianças

Como detectar problemas de auto-estima em uma criança? Como saber se meu filho tem problemas de auto-estima nos filhos? Como detectar comportamentos que sejam mostras de baixa auto-estima nos meninos y nas meninas. Sinais e sintomas de baixa autoestima nas crianças.

0 comentarios