O comportamento agressivo nas crianças

Origens da conduta agressiva infantil

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Uma das grandes dificuldades dos pais é saber como tratar a conduta agressiva dos seus filhos, já que, com frequência, eles têm que encarar a desobediência e a rebeldia dos filhos. A agressividade é um transtorno que, em excesso, e se não tratada na infância, provavelmente originará problemas no futuro, e se converterá em forma de fracasso escolar, falta de capacidade de socialização e dificuldades de adaptação.

O que entendemos por agressividade nas crianças?

comportamento-agressivo-da-criança-pequena A 

Quando se fala de agressividade, se está falando de machucar, física ou psíquica a outra pessoa. E essa ação intencionada pode ser manifestada através de chutes, arranhões, gritos, empurrões, palavrões, mordidas, puxões de cabelo a outra pessoa. Esse comportamento é relativamente comum e, com frequência, aparece quando a criança completa um ano. 

Quando o bebê nasce, traz impulsos amorosos e agressivos que, com o tempo e com o cuidado dos pais, começará a se distinguir e diferenciar. Dependendo do estabelecimento dos seus vínculos afetivos, começará a desenvolver um tipo de relação pessoal com outros. Esse é um conceito muito importante e com grande repercussão na vida da criança. Sua personalidade se construirá a partir do seu conhecimento do mundo ao seu redor. Para isso, é necessário que o bebê se sinta protegido e cuidado no seu meio da sua família. 

A influência da família no comportamento da criança 

A família é um dos elementos mais relevantes dentro do fator sociocultural da criança. A família é tudo para ela. A família é o seu modelo de atitude, de disciplina, de conduta e de comportamento. É um dos fatores que mais influenciam na construção da conduta agressiva

Está comprovado, que o tipo de disciplina que uma família aplica à criança, será responsável pela sua conduta agressiva. Um pai muito exigente, por exemplo, e que tenha atitudes hostis, e que está sempre desaprovando e castigando com agressão física ou com ameaças constantes ao seu filho, estará incentivando a agressividade na criança.  

Outro fator que induz a criança à agressividade é quando a relação entre os seus pais é tensa e constante. Dentro do fator sociocultural, influenciariam tanto o tipo de bairro que a criança viva, assim como a presença de expressões que incentivem a agressividade, como “não seja covarde”. Os fatores orgânicos do tipo hormonal, os problemas cerebrais, os estados de má nutrição e os problemas de saúde, entre outros, também influenciam no comportamento agressivo. E dentro do fator social, a criança que não tem estratégias verbais para enfrentar as situações difíceis, será facilmente conduzida para a agressão