Capacidades e habilidades das crianças

Dicas para identificar as habilidades e as capacidades dos seus filhos

Vilma Medina

Vilma Medina

Dicas para identificar as habilidades das crianças segundo a idade que tenham.  Muitas vezes, quando pensamos em nossos filhos, sonhamos que quando adultos sejam médicos, professores, bombeiros, etc.

Mas todo sonho pode-se conseguir com um projeto de vida, e neste caso, educativo. Neste projeto educativo devemos saber que não podemos ensinar uma criança de meses a esquiar, que ainda não sabe andar, ou ensinar operações matemáticas muito complexas a uma criança de quatro anos. Tudo isso porque seu corpo (físico e cognitivo) não está preparado, e seria inútil tentar. 

Do mesmo modo, devemos saber que, por exemplo, para montar bicicleta sempre haverá tempo ainda que resultará mais fácil uma criança de quatro anos aprender, do que uma pessoa de quarenta anos. 

As capacidades e habilidades de acordo com a idade

Las capacidades e habilidades das crianças

Um aluno diante da pergunta, sobre o que gostaria de estudar no ano seguinte, na Universidade, pode ficar em dúvida sobre em que poderia estudar, diante de tantas escolhas. A mesma coisa quando vamos a um restaurante, perguntamos por todos os pratos e escolhemos, não pedimos o primeiro que aparece. O adolescente deve conhecer toda a relação de cursos existentes no mercado, em que consiste cada um, o que abrange, que saídas terá, onde se encontram as faculdades...

Sabemos que a força de vontade move montanhas. Mas não seria melhor facilitar-lhes as coisas aos nossos filhos para que sua aprendizagem fosse mais prazerosa do que sofrida?

Citando a Fernando Corominas e referindo-me aos Perídos Sensitivos, queria colocar-me no caminho para uma educação, o mais prática e integral possível, onde formássemos nossos filhos em todas suas capacidades (físicas, intelectuais e vontades). Podemos dar dicas às crianças em muitos campos para iniciá-las nisso. Uma vez que elas se vejam com habilidades e gostos definidos, o dia de amanhã poderão escolher o que desejam, mas partindo do conhecimento.

Partindo do conhecimento dos Períodos Sensitivos, podemos apresentar um Projeto Educativo com objetivos a curto, médio e longo prazos sem agonias e com a tranquilidade de estar educando positivamente.

- 0-4 anos: trabalhar a música

- 1-4 anos: falar

- 1-8 anos: idiomas

- 2-8 anos: memória

- 3-8 anos: leitura

- 4 -9 anos: escrita

- 3-10 anos: cálculo mental

- 6-12 anos: habilidades básicas do pensamento

- 4-10 anos jogos simbólicos, jogos de regras e estratégias

Quando inculcar valores às crianças

- 0 -5 anos: ordem

- 3 -9 anos: sinceridade

- 4-11 anos: obediência

- 7-12 anos: generosidade, justiça, superação, companheirismo, responsabilidade, trabalho...

- 2-16 anos: pudor, amizade, moderação

- 14-16 anos: ajuda aos outros

- 14- 20 anos: solidaridade, justiça social.

Conchita Luengo
Psicopedagoga

Brincar com os livros para estimular a leitura das crianças

Brincar com os livros para estimular a leitura das crianças

Um livro nas mãos de uma criança pode levá-la a voar por mundos de fantasia, imaginação, de magia... e chegar a transformar este encontro em um verdadeiro turbilhão de sensações, vozes e ruídos. O livro deve ser um jogo desde o nascimento do bebê.

Como estimular um bebê

Como estimular um bebê

A estimulação precoce se baseia sobretudo na repetição, ao que os especialistas denominam unidades de informação ou bits. Do mesmo modo que aprendemos a dizer “mamãe” ou “papai”, repetindo para que falem várias vezes, podemos também aprender a ler, a conseguir um pensamento matemático, e inclusive a desenvolver aspectos físicos, sensoriais e sociais.

Educar a criança com valores. A Perseverança

Educar a criança com valores. A Perseverança

A perseverança é um esforço contínuo. É alcançar o que se propõe e buscar soluções para as dificuldades que podem surgir. É um valor fundamental na vida para obter um resultado concreto. Com perseverança se obtém a fortaleza e isso nos permite não nos deixarmos levar pelo fácil e o cômodo.

Problemas de aprendizagem das crianças

Problemas de aprendizagem das crianças

Os problemas de aprendizagem atingem a 1 de cada 10 crianças em idade escolar. São problemas que podem ser detectados em crianças a partir dos 5 anos de idade e constituem uma grande preocupação para muitos pais.

Crianças sem valores e limites

Crianças sem valores e limites

Os limites e a disciplina na educação das crianças. Na era moderna, é comum vermos crianças sendo levadas a exercerem papéis e hábitos que nem seu corpo nem sua mente estão preparados, devido

Origami. Vídeos para aprender a fazer figuras de papel

Origami. Vídeos para aprender a fazer figuras de papel

Aprenda a dar forma ao papel criando e fazendo algumas figuras muito simples para as crianças. Origami ou papiroflexia é uma arte japonesa que consiste em dobrar o papel para fazer bonitas e interessantes figuras.
 Origami estimula a imaginação e a criatividade, desenvolve as habilidades manuais e fomenta a concentração das crianças.

4 comentarios

  • Nara

    2013-04-05 13:16:54

    Olá, tenho um filho de 1 ano e 8 meses que sempre me surpreende ele é muito ativo e tem uma percepção que espanta, outro dia lembrou da blusa que o pai estava usando quando levou ele pra passear dois depois e ele parece gostar muito de eletrônicos como o nosso notebook, o celular e o controle da tv. Ele é muito esperto e aprende rápido apenas observando.

  • claudiana

    2013-03-06 15:03:33

    O meu filho tem 11 anos e tem uma imensa dificuldade em aprendizagem, venho sofrendo com isso porque não sou uma pessoa muito paciente e queria ver se tem uma forma que vcs possam me ajudar a lhe dar com isso? Preciso muito!!!!!!!!!

  • Claudia

    2010-09-30 06:58:02

    Faço pedagogia e estou fazendo um trabalho sobre habilidades das crianças e como são desenvolvidas e como os pais percebem isso e lindam se alguem puder me responder eu agradeço :):D

  • juliana fusco

    2010-08-24 19:35:19

    não é bem assim, minha filha tem 1 ano e 11 meses... antes de um ano já falava e desde novinha já aprendeu a ser generosa não preciso ficar falando pra emprestar suas coisas.... ela sabe que depois de brincar deve guardar seus brinquedos... e ela não pode ver nenhuma pessoa fazer alguma coisa que já quer ajudar por vontade própria. as crianças de hoje tem mais personalidades e já sabem o que quer!!!

Ad