Crianças sem valores e limites

Uma criança sem disciplina e sem valores não é feliz

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Errar na educação dos filhos é normal. Nao existem pais perfeitos nem crianças perfeitas. O que não pode deixar de existir é o respeito entre ambos. O que isso quer dizer? Que as crianças cresçam num ambiente de harmonía, de equilíbrio, de confiança. E para que as crianças vivam isso, elas deverão aprender a ser disciplinadas e conhecer os seus limites.

Filhos sem limites, futuros adultos frustados

A disciplina para educar as crianças

Estabelecer limites e exigir disciplina dos filhos nao é fácil. Deve começar dos próprios pais. Da sua forma de dizer Não, evitando discussões com os filhos. O Não também educa.

Conheça como os pais podem aplicar limites à educação dos filhos:

1. Não ameaçe o seu filho
Na hora de impor limites aos filhos, os pais nao devem usar as típicas ameaças como 'Se você nao fizer isso.....'. Eles não a cumprirão. A 'ordem' deve ser dada com firmeza. No final os pais

2. Seja firme e nao volte atrás.
A postura dos pais na hora de disciplinar ao filho é muito importante. Os filhos tentarão se resistir a cumprir a 'ordem' dos pais, mas esses nao podem desistir.

3. Nao compense o seu filho.
Tem pai e mãe que se sentem culpados porque devido ao trabalho nao podem estar mais tempo com os filhos, e acabam fazendo todas as suas vontades e dizendo SIM a tudo. Isso é um grande erro. As crianças acabam se dando conta disso e vão se aproveitar dos pais. Isso pode criar um clima de desrespeito, muito longe da disciplina a ser aplicada. As crianças gostam de saber o que os pais esperam dela. Se acontece o contrário, serão crianças sem limites.

4. Eduque sem prêmios nem negociações
O seu chefe vive te premiando por cada trabalho que você faz? Não. Então porque as crianças sao premiadas por fazer qualquer coisa? Não negocie com o seu filhos. A obediencia, a disciplina devem ser conquistada pela confiança e pela firmeza dos pais, não fazendo acreditar às crianças que elas conseguirão tudo o que querem ou uma boa recompensa por um bom comportamento. Premios, presentes... só de vez em quando!

5. Seja paciente
Quando o seu filho se comporte mal, antes de qualquer medida, pense e espere. Seja paciente. O melhor é contar até 10 antes de reagir mal ao seu filho. Ele se comporta mal e você também? pois nao. É melhor conversar com ele para fazer que ele veja o que fez de errado, no lugar de acusá-lo ou até ofendê-lo. Tudo pode ser controlado com a paciencia.

Não adianta fecharmos os olhos para uma realidade que está patente aos olhos de todos: o homem tem perdido sua identidade, seus valores, e muitos pais se conformam dizendo: 'temos que acompanhar as mudanças do mundo moderno'. A conformidade é traço de quem diz: 'não tem jeito mesmo, melhor me adaptar'. Mas tem jeito sim.

Princípios que recebemos dos nossos pais, devem se estender pelas futuras gerações. Valores como obediência, honra aos pais, disciplina, respeito, devem ser mantidos. É mais fácil ser levado pela maré, do que nadar contra ela. Que tipo de herança estamos deixando para nossos filhos?

Crianças que crescem sem limites, serão adolescentes extremamente problemáticos. E adultos frustrados e sem caráter.