Por que tiramos mais fotos do nosso primeiro filho?

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Quem não gosta de rever álbuns ou todos de arquivos familiares? A gente pensa que isso levará apenas alguns minutinhos, mas acaba se tornando um vício, ainda que seja muito saudável. Ver somente um arquivo é insuficiente.  

Mas, hoje eu observei uma tremenda injustiça: o meu primogênito tem umas duzentas mil fotos mais do que minha segunda filha, e dessa vez tem umas cem mil mais fotos do que a seguinte em ocupar seu posto na família...

As fotos familiares dos nossos filhos

por-que-tiramos-mais-fotos-do-nosso-primeiro-filho A 

Sem dúvida, isso se deve à falta de tempo. Esse é um erro que penso resolver e amanhã mesmo eu começo! Meu filho pequeno é uma criatura tão maravilhosa e preciosa como seus irmãos e também quero desfrutar com suas fotos

O primeiro filho é o que inaugura nossa paternidade; é a gravidez que nos pega de surpresa como novatos, em que vivenciamos as alterações com mais preocupação, mas ao mesmo tempo emocionalmente nos cativa e para a qual dispomos de mais tempo para desfrutar e nos prepararmos para recebê-lo e tirar-lhe inúmeras fotografias

Quando temos algum outro pequeno rondando pela casa, as nossas prioridades são outras. É mais fácil se sentar para desfrutar desses momentos especiais com o bebê e nossos filhos merecem desde a sua concepção, esse sentimento grande que temos com o primeiro filho e que todos devem ocupar o mesmo espaço de protagonista em nossa vida. 

Não existem imagens que uma criança mais goste de ver do que fotos delas mesmas quando pequeninas, e muitas vezes essa visão faz com que nossos filhos nos façam inúmeras perguntas sobre quando eram menores. As boas recordações fazem parte importante da felicidade presente e futura do nosso filho e não devemos privar nenhum deles, seja o primeiro ou o quarto de um pequeno espaço dedicado a ele com exclusividade no nosso álbum familiar. 

Patro Gabaldón

GuiaInfantil.com