Dia Internacional da Síndrome de Asperger

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

O dia 18 de fevereiro se celebra o Dia Internacional da Síndrome de Asperger. As crianças com essa síndrome têm um aspecto e uma inteligência normal ou inclusive superior à media. Apresentam um estilo cognitivo particular e habilidades especiais em áreas específicas. No entanto, carecem de habilidades sociais, e ainda que tenham vontade de fazer amigos, carecem de intuição e de empatia. Mas, nós podemos ajudá-los a se integrar. 

Mais empatia para as crianças com Asperger

dia-internacional-síndrome-asperger A

Desde que vi o filme ‘Rain Man’, protagonizado por Tom Cruise e Dustin Hoffman, que encarna um homem autista com umas habilidades muito desenvolvidas para a matemática, compreendi muito melhor a realidade das crianças com Síndrome de Asperger. O Autismo e Asperger são dois transtornos parecidos, mas com grandes diferenças. 

O curioso e interessante por sua vez, é que as crianças com Asperger apresentam uma alteração no processamento da informação e têm áreas de especial interesse, que as fazem se interessar por áreas intelectuais específicas como a matemática ou os temas científicos. Mostram um interesse exagerado por alguns temas. No entanto, esses interesses podem mudar com o tempo ou persistir constituindo a base para uma profissão. 

As crianças diagnosticadas com a Síndrome de Asperger constituem um desafio especial na escola, já que carecem de habilidades sociais para se integrar em um grupo. Geralmente, são considerados como excêntricos e peculiares pelos seus companheiros de classe, ao que se acrescenta certa lerdeza e um interesse obsessivo por temas estranhos. A maior parte das crianças com Asperger têm uma inteligência média ou médio-alta e uma capacidade de memória mecânica muito elevada. Por isso, quando se concentram exclusivamente em uma de suas áreas preferidas podem conseguir grandes êxitos. 

Apesar da sua boa capacidade intelectual, as crianças com Síndrome de Asperger não gostam de ir à escola porque não entendem bem as relações humanas e são emocionalmente vulneráveis. Sua falta de capacidade para aceitar as mudanças faz com que essas crianças se estressem com facilidade. No entanto, diferente das crianças com Autismo, as crianças com Síndrome de Asperger têm desejos de ter amigos e se sentem frustradas e decepcionadas pelas suas dificuldades sociais: carecem de empatia para compreender as necessidades dos outros de um modo afetivo e responder de uma maneira apropriada. 

Por outro lado, utilizam uma linguagem pedante ou demasiadamente formal. São literais e concretos, não compreendem as piadas ou riem fora de tempo. Alguns são muito verbais e falam em excesso com um tom estranho e volume elevado de voz, que acaba interferindo nas suas interações sociais e faz com que as pessoas se afastem deles. 

Por esse motivo, é muito importante proteger a criança diante de zombarias e intimidações, educando aos seus companheiros sobre as características das crianças com Síndrome de Asperger que as entendam melhor. 

Também é importante evitar que se isolem, já que a maioria das crianças com Asperger querem ter amigos, ensinando-as com reagir diante diferentes situações sociais, proporcionando-lhes um repertório de respostas para usar nas diferentes situações, já que as crianças com Síndrome de Asperger não possuem intuição ou instinto social e devem aprender habilidades sociais de um modo intelectual. 

Marisol Nuevo

Redatora de Guiainfantil.com