A chupeta e a fala da criança

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

O uso da chupeta pode prejudicar a fala das crianças. É necessário estar atento quanto aos problemas que podem causar o uso descontrolado da chupeta. Está comprovado, através de muitos estudos, que a chupeta pode comprometer a dentição e favorecer a incidência de bactérias. Mas o problema pode ser que vá mais além, pois ao comprometer a dentição, consequentemente prejudicará a fala da criança.

Para uma correta articulação dos fonemas, é necessário que a criança tenha uma boca normal, ou seja, com os dentes bem encaixados.

As chupetas também podem fazer com que o bebê se acostume a respirar pela boca, alterando assim a produção dos sons. Isso ocorre porque o bebê que mama no peito, desenvolve a musculatura responsável pelos movimentos de sucção, deglutição e respiração. Os que usam a mamadeira não precisam fazer tanto esforço para chupar o leite.

Recentemente, o Ministério da Saúde do Brasil, determinou que os fabricantes de chupetas e mamadeiras serão obrigados a alertar ao consumidor sobre os problemas causados pelo uso do produto. Os produtos deverão levar uma etiqueta com uma advertência: O Ministério da Saúde adverte: a criança que mama no peito não precisa de mamadeira ou chupeta. O uso desses produtos prejudica a amamentação, e seu uso prolongado prejudica a dentição, e a fala da criança. O que se pretende com isso é conscientizar a população sobre o possível mal causado pelos produtos.