Patinho feio. Conto infantil

Um conto que fala da importância do respeito às diferenças para as crianças

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Era uma vez uma feliz família de patos que esperavam ansiosos o nascimento dos seus filhinhos. A dona Pata estava chocando a sua ninhada, quando de repente todos começaram a escutar e ver que os ovos começavam a quebrar, um a um, e que os patinhos iam saindo...

Depois do nascimento de muitos patinhos, só ficou faltando um ovo e lá foi dona Pata para chocá-lo outra vez. E depois de muitas tentativas, finalmente o ovo se quebrou, deixando a todos espantados:

- Que patinho mais feio!!

'Patinho feio' não é querido pela sua família

Patinho feio. Contos para crianças

O senhor Pato, muito chateado,  foi logo dizendo que aquele patinho não fazia parte de sua ninhada. Depois de uma semana de descanso, a mamãe Pata levou os seus filhinhos para as margens do lago para ensiná-los a nadar, todos em fila. E o ‘patinho feio’ ia chamando a atenção de todos pelo seu aspecto diferente. Com vergonha, a mamãe Pata e os outros patinhos começaram a ignorar aquele patinho que, a cada dia, ficava mais triste.

'Patinho feio' quer fazer parte de uma família

Um dia, ao ver-se refletido na água do lado, o patinho levou um susto. E então, neste dia, resolveu abandonar a sua família para buscar alguém que lhe quisesse. Tentou fazer amizade com a família de passarinhos, mas a dona Passarinha não gostou e o expulsou do ninho.

O patinho seguiu o seu caminho, e de repente encontrou a outro patinho nadando no lago. Correu e nadou até ele. No início, parecia um bom amigo, mas de repente, ouviu um disparo e uma bala tinha atingido o pato. Foi então que ele percebeu que o seu amigo era de madeira. Levou um tremendo susto e saiu correndo.

O tempo foi passando e o patinho foi crescendo. Que difícil encontrar uma família...

Até que um dia, com a chegada da primavera, ela viu no céu, uma linda revoada de cisnes brancos. O patinho parou para admirar o bonito que eram e como voavam. E a surpresa foi tamanha que o patinho, depois de muito e muito tempo, voltou a ver a sua imagem refletida na água do lago.

'Patinho feio' descobre que é um cisne

Então, ele não podia nem acreditar... ele não era um pato, ele era um cisne!!!!

Neste instante, tão feliz e levantando o seu comprido pescoço, o patinho saiu nadando, cantando e correndo em direção à sua nova família. Voou bem alto, acompanhando a revoada de cisnes, e a mamãe Cisne quando o viu, o abraçou e o aninhou à sua família. Foi assim que o patinho encontrou a paz e a alegria de ter uma família.

Conto infantil de Hans Christian Andersen