Como decorar o quartinho do bebê

O ambiente do quarto do bebê deve ser ameno, agradável e seguro

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Por volta do quarto ou quinto mês de gravidez é o momento de começar a preparar o quartinho do seu bebê. Saber o sexo do seu filho lhe ajudará muito na escolha do tema para a decoração do seu quarto, mesmo que hoje em dia os critérios permitem mesclas. Por exemplo, o tema de “Winnie the pooh”, pode ser usado tanto para meninos como para meninas. O mesmo ocorre com o tema de ursinhos, animais, de jardins, céu, dentre outros. 

Quando o tema é mais pontual como no caso de Branca de Neve, Toy Story ou Barbie, é possível encontrar o enxoval completo do tema: lençol, a manta, o edredom, móveis, quadros, cortinas, enfim, tudo já pronto para deixar o quarto do bebê totalmente decorado. 

As cores do quarto do bebê

Como decorar o quarto do bebê

As cores do quarto do bebê já não têm a obrigatoriedade do azul para meninos e rosa para as meninas. Hoje em dia muitas famílias optam pelo bege, o amarelo, inclusive pelo lilás. Existem tintas para todos os gostos, em tons fortes ou suaves. Para os menores da casa, recomendam-se as cores mais suaves, que transmitem tranquilidade. 

Iluminação do dormitório do bebê 

Para a iluminação do quarto do bebê se aconselha dois tipos de lâmpadas: uma no centro do teto, e outra em formato de meia lua em uma das paredes do quarto. Essa última poderá ser utilizada caso o bebê necessite de cuidados durante a noite, sem ter que ser incomodado com a luz mais forte. Uma luz tênue pode ajudar também o bebê conciliar melhor o sono

As cortinas são necessárias para controlar a entrada de luz natural durante o sono do bebê. Recomendam-se as que são feitas de materiais que não absorvam muito pó ou pelos. O mesmo conselho se pode aplicar ao protetor do berço e da colcha. Que sejam de um tecido que não absorva terra e nenhum tipo de pó. Quanto mais simples for o mobiliário do quarto, melhor. No princípio o bebê precisará de um berço, um armário e um trocador. Logo será necessário um baú para os brinquedos, uma cadeirinha e uma mesinha de atividades para quando começar a fazer seus primeiros rabiscos e um cantinho como se fosse um parque para poder brincar e espalhar os brinquedos. A posição e distribuição dos móveis são muito importantes porque vão determinar a praticidade na hora de usá-los. 

Tipos de colchões para o bebê 

Quanto aos colchões, existem vários tipos com diferentes materiais e preços. O de espuma é o mais barato, antialérgico, mas menos higiênico. O de molas é o segundo mais barato, e sua vantagem é que dispõe de duas faces diferentes: ums para meses mais quentes e outra para meses mais frios. O terceiro tipo é o de fibra de coco. Tem maior acúmulo de umidade, mas é mais caro que os dois primeiros. O quarto é de látex, o mais higiênico, e que melhor se adapta ao corpo do bebê. 

Conselhos de segurança para o quarto do bebê 

O ambiente que o seu bebê vai crescer deve ser aconchegante, agradável, estimulante, arejado. Um espaço em que o bebê se sinta protegido e agasalhado. Portanto, é necessário que seja extremamente seguro. Usar tintas não tóxicas, móveis com bordas arredondadas, protetores de tomada, de gavetas, de portas e janelas. Guarde bem os medicamentos, as pomadas, e outros materiais que o bebê possa colocar na boca. Evite os objetos de vidro, de cerâmica e outros que podem se quebrar e machucar o bebê. Todo cuidado é pouco na hora de protegê-lo. 

É muito importante que o quarto do bebê não esteja sobrecarregado de coisas, de bichinhos de pelúcia, e outras decorações. Nos primeiros meses, evitem os tapetes. Eles atraem muitos ácaros e terra, o que pode causar alergias no bebê. Um quarto carregado de objetos é mais difícil de limpar e a limpeza é um fator importante para a saúde do bebê. Além disso, o quarto deve ter uma boa ventilação.