Dar mesada aos filhos. Vantagens e desvantagens

Devemos dar uma mesada semanal ou mensal para as crianças?

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Dar ou não mesada às crianças pode ser um tema bastante complicado para as famílias, ainda que seja um tema íntimo que cada família deva saber o que é melhor segundo a sua situação familiar e econômica. Dar mesada às crianças pode ter vantagens e desvantagens e vale a pena sabê-las para poder avaliar se é uma boa idéia ou não pagar-lhes semanal ou mensalmente.

O dinheiro é um conceito que se deve ensinar e aprender, e não existe melhor momento para fazê-lo em idades precoces, quando as crianças já têm a capacidade de raciocínio suficiente para poder entender o que é para que serve o dinheiro.  Mas existem muitas formas de ensinar o conceito de dinheiro para as crianças, como, por exemplo, no dia a dia dando-lhes dinheiro de forma pontual (não necessariamente deve-se oferecer-lhes um pagamento mensal ou semanalmente). Igualmente é necessário saber algumas vantagens e desvantagens de dar mesadas para as crianças.

Vantagens de dar mesada para as crianças

dar-mesada-filhos-vantagens-desvantagens A

- O dinheiro é um incentivo eficaz para que as crianças realizem tarefas que lhe correspondam em casa.

- Aprenderão a economizar e a dar valor ao que custa consegui-lo, guardando o dinheiro pouco a pouco. 

- Poderão usar a lógica e a razão para poder pensar quanto dinheiro será necessário para conseguir as coisas que necessitam.

- Podem aprender a ser empreendedores. Por exemplo, os pais podem ensinar os filhos a compararem limões com o seu dinheiro para vender limonadas e ganhar benefícios. 

- Ensinar a diferença entre ter e não ter dinheiro e saber como se sente em ambas as situações.

Desvantagens de dar mesada aos filhos

- Pensarão que as tarefas de casa (ou tirar melhores notas ou qualquer obrigação que lhes corresponda) só devem ser feitas em troca de dinheiro e não verão como uma responsabilidade. 

- Conseguirão dinheiro fácil. 

- Podem tornar-se cobiçosos para conseguir mais e mais dinheiro.

Mas, é necessário saber que se os pais decidem dar mesada aos filhos, esta deve ser de forma razoável, com uma quantidade de dinheiro justa que lhes permita economizar para conseguir suas metas (nada de comprar-lhes as coisas ou dar mais dinheiro do que possa manejar) e sempre terá que ser em troca da realização de tarefas encomendadas em casa como uma responsabilidade de viver e conviver em casa com outras pessoas e nunca por obrigação. Além disso, os pais nunca deverão sentir isso como uma obrigação, em dar mesada aos filhos. Se eles se sentem assim é porque alguma coisa não anda muito bem.

É necessário pensar em uma quantidade para dar-lhes de forma pontual ou de forma periódica e não exceder nunca o valor estipulado. 

María José Roldán

Psicopedagoga

Mestre em Educação Especial (Pedagogia Terapêutica)