Pais e mães de filho único

A evolução do filho único depende da educação dos seus pais

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A preocupação sobre a escolha de ter apenas um filho assombra muitos pais. Existe uma inquietação em muitos pais por não querer dar excessos ao seu filho que lhe prejudiquem ao invés de beneficiá-los. É muito fácil cair em tentação em protegê-lo demais, mimá-lo e educá-lo mal. Mas se a sua preocupação é educar o filho único como se deve, é importante seguir alguns conselhos: 

Conselhos para educar o filho único

Ter filho único

- Evite ser muito pegajoso com seu filho. 

- Procure não superprotegê-lo. 

- Encoraje-o a seguir suas próprias inclinações. 

- Respeite e aceite os defeitos e falhas do seu filho. 

- Valorize suas conquistas, mas não elogie demais. 

- Não se esqueça do afeto. Isso transmitirá segurança a ele. 

- Reprove ou castigue quando for necessário e não se sinta culpado por isso. 

 - Lute contra a “solidão” do seu filho, motivando o contato e suas relações sociais com outras crianças. 

 - Busque atividades esportivas coletivas com outros da mesma idade e ensine-o a competir e repartir experiências. 

- Evite que seu filho esteja sempre rodeado de adultos. 

- A figura do pai representa um papel fundamental para a criança, pois ela pode ajudar com que o filho não esteja muito apegado com a mãe. 

 - Não seja possessivo (a) com seu filho. Deixe-o brincar com outras crianças. 

- Evite muito controle sobre seu filho. Não diga a ele toda hora: “Não pegue”, “Não faça isso, isso vai te machucar”, etc. 

- Ajude seu filho solucionar seus próprios problemas deixando claro que em qualquer situação poderá contar com os pais. 

 - Convide os amiguinhos do seu filho para virem brincar na sua casa e deixe que seu filho vá à casa deles também, desde que conheça o ambiente familiar dos amiguinhos.

- Deixe que seu filho viva sua infância. Não o trate como um adulto. Lembre-se sempre que ele é uma criança

- Evite tratá-lo como a um robô, fazendo tudo o que você disser. Ajude-o a tomar suas próprias decisões, quanto à roupa que deve vestir, o que comer. Peça sua opinião. Deixe-o participar.