Como devem agir os pais diante da gagueira dos filhos

O que os pais nao devem fazer diante da gagueira das crianças

Considerando que a criança que sofre de gagueira é tão inteligente quanto a que não tem esse desordem de fluência da fala e que, segundo os investigadores, não existem diferenças cerebrais entre crianças gagas e não gagas, é importante destacar que a criança com gagueira é uma criança normal e merece ser tratada como tal.

O papel dos pais é importante não só para detectar, como para buscar um diagnóstico e um tratamento para a gagueira do seu filho.

Como se comunica uma criança com gagueira

Os pais e a gagueira das crianças

Cerca de 5 por cento das crianças, entre dois e quatro anos de idade, apresentam episódios de gagueira. Uma criança tem gagueira o gaguez quando repete as sílabas, prolonga os sons e bloqueia os movimentos da sua fala, sobretudo nas primeiras sílabas. A gagueira também é conhecida por tartamudez, disfemismo ou disfluência.

Os pais e a gagueira dos filhos

É importante que os pais, ao detectar que a gagueira do seu filho não é temporal nem algo transitório, que o leve a um especialista para que receba uma avaliação mais segura. Com um adequado tratamento a criança que sofre de gagueira aprende a controlar o problema y conseguir falar com mais fluência.

Os pais devem levar o seu filho ao especialista quando note que ele ou ela se retrai na hora de falar, tenha dificuldade de respirar quando tenta falar ou quando apresente tropeços na fala. A gagueira está relacionada com a continuidade e o fluxo da fala.

Uma criança com gagueira não deve ser tratada de forma diferente nem na família nem entre os seus amigos. É necessário que ela tenha liberdade para falar e que conte com o respeito e a paciência dos que convivem com ela. Se ela se sente diferente, a sua gagueira pode piorar. É preciso saber escutá-la. A sua recuperação vai depender muito da atitude que tenham com ela os seus familiares. Se deve evitar que todos falem ao mesmo tempo ou que todos fiquem calados para escutar a criança gaga. O ideal é que se encontre um meio termo.

0 comentários