Gagueira o gaguez infantil. Disfemia nas crianças

Cerca de 5 por cento das crianças, entre 2 e 4 anos, apresentam gagueira

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A gagueira é um dos desordens de fluência da fala mais comum nas crianças. Uma criança tem gagueira o gaguez quando repete as sílabas, prolonga os sons e bloqueia os movimentos da sua fala, sobretudo nas primeiras sílabas. A gagueira também é conhecida por tartamudez, disfemismo ou disfluência.

Cerca de 5 por cento das crianças, entre dois e quatro anos de idade, apresentam episódios de gagueira.

Causas da gagueira na infância

Gagueira infantil. Criança com gagueira

A gagueira na infância acontece geralmente através de episódios transitórios que duram poucos meses. As causas só podem ser determinadas por um especialista. A falta de maturação pode ser considerada um fator que pode causar gagueira nas crianças. Uma maturação lenta das redes neurais de processamento da linguagem, pode dificultar a articulação de palavras nas crianças.

O rápido fluxo de pensamentos em contraste com a relativa imaturidade do sistema fonoarticulatório, contribui para que a criança apresente alguma dificuldade para produzir um ritmo regular e suave em sua fala. Esta disfluência pode aumentar quando a criança está nervosa, ansiosa, cansada, doente, ou quando está tentando dominar muitas palavras novas.

Crianças com gagueira

Ainda que a gagueira seja geralmente causada pela falta de maturação da criança, está comprovado que um 55 por cento dos casos de gagueira acontecem por fatores hereditários.  A criança que sofre de gagueira é uma criança normal, inteligente, e merece ser tratada como tal. Ela é tão inteligente quanto a que não tem este problema. Não existem diferenças cerebrais entre crianças com gagueira e as que não têm este problema.

Normalmente, este distúrbio é passageiro e transitório, apenas um 20 por cento das crianças com gagueira necessitam de tratamento especializado. Com um tratamento adequado, a criança que sofre de gagueira aprende a controlar o distúrbio, conseguindo fluência ao falar.