Os professores e a gagueira das crianças

O que devem fazer os professores para ajudar as crianças gagas

Uma criança com gagueira não tem porque ser tratada de uma forma diferente em casa, nem no colégio. Ela é tão inteligente quanto outra criança que não tenha gagueira, já que está comprovado que não existem diferenças cerebrais entre ambas.

A criança com gagueira merece ser tratada com respeito, e neste sentido o papel dos professores é essencial para que a criança não se sinta discriminada nem diferente das demais, na escola ou colégio.

O papel dos professores diante da gagueira dos alunos

O papel dos professores diante da gagueira infantil

É importante que os professores estejam ao lado da criança com gagueira. Não dá-lhe muita importância, mas estar vigiando a sua relação com os demais, a sua participação na aula, etc. O papel dos professores é importante não só para detectar algum problema como também para trabalhar para que a estadia da criança na aula seja a melhor possível, baseada no respeito e na paciência.

Normalmente, a criança que tem gagueira hesita ao falar. Na maioria dos casos, ela prefere ficar calada, em silêncio, já que tem vergonha do seu problema. É uma criança sensível, que evita falar na aula, e que tem a tendência de substituir a palavra por gestos. Por isso é muito importante que o meio em que ela se desenvolve seja de confiança e de respeito, vital para a sua saúde emocional.

O professor pode ajudar a criança com gagueira

O papel do professor de uma criança com gagueira é essencial para ajudá-la a superar o seu problema. Cabe ao professor encontrar a maneira adequada de fazer com que a criança não sofra a pressão nem as risadas dos seus colegas. É importante que os professores não permitam que o problema de uma criança seja motivo de brincadeiras ou piadas nas classes. O professor deve ter um pulso firme neste sentido e tomar algumas providências:

-Fazer com que a criança gaga se adapte aos colegas e os colegas a ela.

-Fazer perguntas que exijam respostas curtas à criança gaga.

-Quando a criança com gagueira tenha que falar ou responder algo em alto, o melhor é que ela seja a primeira em falar. Se a deixa prá depois, o seu nervoso pode aumentar.

-Se o professor nota que gagueira da criança vai em aumento, o melhor é solicitar uma reunião com os seus pais para que juntos possam ajudar à criança. Se for o caso, que aconselhe aos pais a ajuda de um fonoaudiólogo.

0 comentários