Tratamento e controle das crianças celíacas

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Uma dieta livre de glúten é a única forma de controlar a doença celíaca. Para a criança ou o adulto celíaco, o único tratamento a seguir para que possam viver uma vida longa e normal é aderir a uma dieta livre de glúten. Qualquer comida com glúten lhes causará mais dano ao intestino. Quando se elimina o glúten da dieta, o intestino delgado começa a curar-se e a saúde geral do paciente melhora consideravelmente, dependendo, claro, da intensidade do dano intestinal que tenha sido produzida anteriormente. A princípio, os sintomas mais básicos podem demorar a atenuar.

A cura completa no caso das pessoas maiores, pode durar alguns anos. Quanto mais jovem seja a pessoa, mais rápida será a cura. Normalmente, num prazo de três a seis meses, o intestino delgado estará curado, com as lanosidades intactas e funcionando perfeitamente. De todas as formas, haverá um controle mais profundo por parte do médico, que determinará o uso ou não de suplementos específicos de nutrição para corrigir alguma deficiência. O tratamento pode obedecer alguns passos que serão determinados pelo médico, segundo os dados do paciente, como:

- A idade.
- O estado de saúde e histórico médico.
- A fase da doença.
- A tolerância a determinados medicamentos ou terapias.
- Suas expectativas para o tratamento.
- Seu estado de ânimo, opinião e preferência.

A dieta é a única forma de tratar a doença celíaca. Para adaptar-se a ela, requer-se algumas mudanças no estilo de vida. E também alguns detalhes como ler as etiquetas nas comidas para identificar ingredientes que contenham glúten, e estar atento de tudo o que vai comer ou consumir de um modo geral.

Riscos do glúten para a criança celíaca

A presença de glúten na dieta, ainda que seja em pequenas quantidades, aumenta o risco de sofrer graves efeitos secundários a longo prazo, como por exemplo, a anemia por deficiência de ferro, osteoporose, insuficiência do pâncreas, deficiência de vitaminas e minerais, e outras.