Receitas e comidas para uma criança celíaca

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A chave da dieta de uma criança celíaca está no correto controle da sua alimentação. Se para um adulto já é difícil conduzir uma dieta sem glúten, imagine o que significa para uma criança deixar de comer alimentos sem farinha, como as bolachas, as massas, os alimentos empanados, etc. Pensando dessa forma, qualquer um desanima, mas não existe razão para desesperar-se.

Existem alimentos empanados, bolachas e massas, especialmente preparados sem glúten. Terá um sabor diferente, mas a tudo se acostuma e se habitua. O que é difícil é controlar a alimentação social da criança. Por essa razão, expomos alguns conselhos que devem ser atentados nessas situações.

A chave do tratamento está no correto controle da alimentação da criança. Deve haver uma reeducação alimentar adotada pelos cuidados da criança e estabelecida pelo pediatra. Com a correção e uma boa escolha dos alimentos, a criança pode levar uma vida absolutamente normal. O bom manejo dos alimentos também inclui o controle da alimentação da criança em diversas situações sociais. Deve-se estar atento ao que a criança irá consumir na excursão, nos passeios, nas festas de aniversário, na escola, no refeitório, cantina, acampamentos, na casa dos amiguinhos, vizinhos, etc. Nessas situações especiais é importante que exista um cuidado em relação à alimentação que a criança irá consumir.

Reeducação alimentar da criança celíaca

Na escola, por exemplo, deve-se informar aos professores e ao diretor sobre a dieta que deve ser cumprida. Faça com que a criança tenha consciência do que não pode comer e prepará-la uma merenda especial para que ela não tenha que compartilhar alimentos com seus companheiros.

Deve-se avisar também aos responsáveis do refeitório, cantina, solicitando uma dieta orientada.

No acampamento ou picnic, é importante divertir-se e cuidar-se, e de fundamental importância comunicar aos responsáveis sobre os cuidados que devem tomar.

Em aniversários, dependendo de quem organize, é conveniente que leve uma merenda exclusiva para a criança comer antes da festa, sugerir aos anfitriões quais os alimentos proibidos e os permitidos para seu filho.

Nas viagens de avião, deve-se consultar com antecedência sobre os serviços à bordo. Se incluem ou não comidas para celíacos.