Os contos estreitam laços entre pais e filhos

Vilma Medina

Vilma Medina

Desde que são pequeninos, leio contos para meus filhos. Transportá-los ao mundo da fantasia e da imaginação sempre foi muito gratificante para mim e muito enriquecedor para eles. Através das estórias dos personagens dos contos, surgem muitas perguntas, conversas e situações similares da vida real e inclusive estórias novas que eu mesma tinha inventado com o mesmo fio condutor. 

Os contos alimentam a imaginação das crianças

A importancia de contar historias aos filhos

Assim, por exemplo, quando estamos esperando na sala de espera do pediatra ou estamos num congestionamento, meu filho sempre me pede que lhe conte uma estória e eu acabo inventando. Às vezes eu peço a ele que escolha o personagem e a partir daí vai me ocorrendo situações que vou criando uma atrás da outra. Outras vezes faço versões de contos que já tínhamos lido e eu adoro quando ele me diz que não, que não é assim, porque se lembra da versão original. Daí, eu lhe animo que ele pense numa situação alternativa que poderia ter passado nesse momento da estória do conto e nossa imaginação vai tecendo uma estória paralela, cheia de anedotas novas, sempre divertidas. 

Entre versões de contos e narrações originais, nessas alturas, já terei contado dezenas de contos aos meus filhos. Não faz falta nenhuma ter a imaginação da Sra. Rowling, a autora de Harry Potter, para alimentar a imaginação das crianças e contar contos durante alguns momentos todos os dias. Somente incentivando a leitura e o hábito de contar contos nas noites, todos os pais podemos ser excelentes narradores que façam nossos filhos muito felizes. 

Os laços entre pais e filhos

Assim, chegará um dia em que eles te dirão: ‘hoje o conto eu leio’ e vocês poderão inverter os papeis. Estar ao lado um do outro também é bonito, e a leitura aos ‘trancos e barrancos’ nas primeiras tentativas, as pausas e interrupções quando se lembra de algo e os comentários sobre os desenhos ou das ilustrações cobram mais protagonismo do que quando simplesmente lê um conto e dessa forma durará mais, mas a experiência é altamente enriquecedora quando a rotina é alterada. 

Contar um conto é muito mais do ler ou narrar, é dedicar um momento especial com seu filho todos os dias, é estar com ele, pensar com ele, conversar com ele, ter a oportunidade de criar um clima de confiança que se rega diariamente, e que forma bases de uma relação profunda. Os contos alimentam a comunicação e da comunicação nasce o carinho, e ainda que pareça que entre pais e filhos esse amor nasce por si só, na prática todos sabemos que tudo o que plantamos, colhemos. 

Marisol Nuevo. Redatora

Estímulos à leitura infantil

Estímulos à leitura infantil

Conselhos de como aproximar nossos filhos aos livros e à leitura. Todos sabemos que o hábito da leitura é um grande estímulo à criatividade, imaginação, inteligência, e à capacidade verbal e de concentração das crianças. Dia Mundial do libro infanto-juvenil.

Vantagens de ler para a criança em voz alta

Vantagens de ler para a criança em voz alta

O hábito da leitura deve ser iniciado desde as primeiras fases da vida de uma criança. Na primeira infância já podemos aproximar os livros das crianças. Muitos especialistas falam da importância de ler livros e contos a bebês.

Como levar uma criança a sentir e se emocionar com um livro

Como levar uma criança a sentir e se emocionar com um livro

Como inculcar nas crianças o interesse e o desejo pela leitura? Ler um conto ou uma estória proporciona felicidade, gozo, prazer e emoção. A leitura desperta sentimentos e organiza os pensamentos da criança.

5 tipos de contos recomendados para bebês

5 tipos de contos recomendados para bebês

O que um livro deveria ter para se tornar atrativo a um bebê? A gente dá algumas dicas para que você possa ir criando uma pequena biblioteca para que o seu filho se aproxime da leitura desde as primeiras etapas. Sergio Díez, bibliotecário de Brains Internacional School (Escola Internacional do Cérebro) nos explica como deve ser um livro para que os pequeninos da casa, crianças entre 0 e 3 anos queiram começar a desfrutar dos contos.

Como um livro pode tornar a criança mais feliz

Como um livro pode tornar a criança mais feliz

Um livro poderia nos tornar mais felizes? E as crianças? Talvez o conceito de felicidade seja muito abstrato, mas de certa maneira um livro repercute em nossos estados de ânimo e na nossa forma de ver o mundo. Daí que talvez tenha algo a ver com nossa felicidade.

0 comentarios

Ad