Como aliviar as coceiras provocadas pela dermatite infantil

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Minha filha começou a apresentar sintomas de dermatite quando tinha apenas um aninho. As irritações e as coceiras começaram inicialmente no seu pescoço. Ela se coçava de dia e de noite e às vezes se machucava. No início pensei que era algo pontual, que poderia ser uma alergia ou algo que ela tinha comido, mas a coisa foi mais longe. Do pescoço, as coceiras começaram também pela parte interior dos cotovelos e dos joelhos. Nós duas passamos muito mal. Foram momentos difíceis.

Dicas para aliviar as coceiras provocadas pela dermatite infantil

Aliviar a coceira das crianças pela dermatite

Como a irritação não passava eu levei minha filha ao pediatra que não demorou em diagnosticar os incômodos como dermatite atópica. A primeira coisa que nos disse é que a dermatite atópica, também conhecida como eczema, não tem cura. Pode-se controlar e inclusive evitar que as erupções continuem molestando e irritando a pele da criança, mas que não tinha nenhum remédio para curar. Desse modo, ao buscar mais informações, soube que essa doença afeta até 20 por cento das crianças em idade escolar.

Primeiramente o que o pediatra me recomendou foi que eu mantivesse as unhas da minha filha sempre cortadas, porque ao coçar a zona afetada, ela poderia se machucar muito e provocar inclusive infecções. Logo, me aconselhou a hidratar ao máximo a pele da minha pequena e evitar o suor excessivo e banhos muito prolongados ou com água muito quente. Segui à risca o que o pediatra me aconselhou e os efeitos da dermatite da minha filhinha foram bastante aliviados. Os eczemas ficaram estacionados na pele da minha filha por um pouco mais de um ano. O que usamos de cremes!

Experimentei talcos antissépticos, coloquei luvas na minha pequena enquanto dormia à noite para evitar que ela se arranhasse e vigiei sua alimentação, tirei todas as etiquetas das roupas que ela usava e só comprava roupas feitas de puro algodão, até que um dia, falando com uma vizinha, ela me aconselhou que tirasse o sabonete quando fosse dar banho na minha filha. Fui à farmácia e comprei uma loção para o banho, sem sabão e sem álcool. É incrível, mas isso foi o que fez com que minha filha desse adeus à dermatite. Depois de duas semanas, utilizando a loção, a pele da minha pequena parou de coçar e de apresentar irritações. Que alegria e que tranquilidade!

As crianças são únicas também na cura das doenças. Por isso é tão importante que o tratamento seja prescrito pelo médico, de acordo com os sintomas de cada uma delas. Muitas das recomendações que o pediatra me passou estão agora refletidas no Decálogo para o controle da Dermatite Atópica, realizado por cinco especialistas internacionais no tema e pela Associação de Familiares e Pacientes de Dermatite Atópica (ADEA). Se seu filho apresenta eczemas na pele, vale a pena conhecê-lo. Boa sorte! 

Vilma Medina
Diretora de GuiaInfantil.com