Hiperatividade Infantil (TDAH)

O Transtorno por déficit de atenção com hiperatividade (TDAH)

Vilma Medina

Vilma Medina

O Transtorno por déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) tem três sintomas: hiperatividade, falta de atenção e impulsividade. Trata-se da síndrome da conduta, de origem neurobiológica, mais frequente durante a infância. Estima-se que cerca de 5% da população infanto-juvenil, de 3 a 16 anos, sofre, sendo 3 vezes mais frequente nos homens.

 Conhecida por TDAH, é uma patologia que se caracteriza pela existência de três sintomas: hiperatividade (movimento contínuo e superior ao esperado para a idade da criança), falta de atenção e impulsividade. Um transtorno que se produz devido a uma alteração do sistema nervoso central. É hoje, uma das causas mais frequentes do fracasso escolar e de problemas sociais na idade infantil. É uma patologia crônica, altamente genética (75%), mas que se pode diagnosticar e tratar.

Hiperatividade, falta de atenção e impulsividade

hiperatividade infantil tdah crianças

As crianças que sofrem de TDAH apresentam conduta inapropriada para sua idade. Custa-lhes controlar seu comportamento, suas emoções e pensamentos. Têm uma grande dificuldade para prestar atenção e a concentrar-se. No entanto, nem todas as crianças chegam a experimentar todos os sintomas. Depende muito do tipo de TDAH que tenha.

O fator hereditário influi no seu desenvolvimento chegando a sofrer o problema, 44% das crianças que tiveram pais ou mães hiperativas.

Muitos pais e professores sentem dificuldades para identificar se a criança é portador de TDAH, ou se o que lhe falta é limites, dado que as crianças nesses estados podem apresentar sintomas parecidos.

Sintomas do TDAH na criança

- Inquietude. Move os pés, mãos e o corpo sem um objetivo claro. Levanta-se, salta e corre quando tem que estar sentado.

- Baixa auto-estima, devido sua impopularidade.

- Aborrecimento e excitação excessivos e incontroláveis. Não consegue brincar de forma tranquila. Não respeita a vez dos outros. Excita-se e se aborrece com frequência.

- Grau acentuado de impulsividade. Age antes de pensar. Responde antes que terminem a pergunta.

- Falta de concentração. Não atende aos detalhes, nem à organização, nem as instruções.

- Falta de persistência. Além de não terminar as tarefas, evita as que necessitam de um esforço contínuo.

- Dificuldade para organizar-se e manter a atenção.

- Distrai-se com muita facilidade. Esquece-se do que tem que fazer. 

- Surdez fictícia.

Tratamento da hiperatividade infantil

O TDAH é uma patologia pouco conhecida, difícil de detectar e fácil de confundir. A complicação do tipo neurológico se desencadeia em idades compreendidas entre os 3 e 4 anos, alcançando o nível mais crítico aos 6. Os especialistas apontam que as crianças com hiperatividade não tratadas a tempo, terão problemas na adolescência, sofrerão problemas para relacionar-se e inclusive fracasso escolar. No entanto, um tratamento contínuo à medida que a criança vá crescendo, permitirá que o transtorno melhore, e inclusive que se consiga controlar.

A grande dificuldade que apresentam as crianças para atender, selecionar, manter, e controlar a atenção aos estímulos que lhes apresentam, assim como a excessiva agitação que apresentam, justificam a necessidade de uma ajuda e de um acompanhamento profissional. Um especialista ajudará a criança a adquirir hábitos e estratégias cognitivas para que seu desenvolvimento social, familiar, escolar, etc., esteja à altura de suas capacidades. O tratamento tem como objetivo:

- Melhorar ou anular os sintomas do transtorno.

- Diminuir ou eliminar os sintomas associados.

- Melhorar a aprendizagem, linguagem, escrita, relação social e familiar.

Para isso, o especialista empregará, segundo o caso, informação exaustiva aos pais e professores, tratamento farmacológico (imprescindível em 7 de cada 10 crianças), e tratamento psicopedagógico. 

Não se deve esquecer que os pais desempenham papel fundamental durante o tratamento. As crianças hiperativas necessitarão muito apoio, compreensão, carinho, e sobretudo muita paciência para que pouco a pouco consigam desenvolver seu dia-a-dia com normalidade.

Quando e como aplicar as técnicas de estudos às crianças

Quando e como aplicar as técnicas de estudos às crianças

Técnicas de estudos para as crianças. Boas intenções, bons princípios nos estudos. Quando o filho não gosta de estudar, não é capaz de se sentar e trabalhar, passa toda a tarde em frente à TV ou no computador.

Problemas de aprendizagem das crianças

Problemas de aprendizagem das crianças

Os problemas de aprendizagem atingem a 1 de cada 10 crianças em idade escolar. São problemas que podem ser detectados em crianças a partir dos 5 anos de idade e constituem uma grande preocupação para muitos pais.

Atividades extra escolares adequadas a cada criança

Atividades extra escolares adequadas a cada criança

Como escolher a atividade extra escolar mais adequada aos filhos. Teatro, pintura, patinação, tênis, idiomas, ballet. Que atividade escolhemos para nosso filho? A oferta de atividades extra escolares é cada dia mais variada, e escolher a mais adequada para nossos filhos tem sido cada vez mais difícil.

112 comentarios

  • nadia costa de barros

    2013-05-17 20:55:02

    meu filho tem 12 anos ñ tenho condições d pagar tratamento q é muito caro. Ta indo mau na escola ñ sei mas o fazer. Será q tem alguém q possa me ajudar.

  • Carol Nobre

    2013-05-07 00:38:30

    minha prima tem 10 anos , e não sabe ler e nem escrever ! e tem dificuldades de aprendizado nivel altissimo , não consegui os prestar atenção no que os professores ensinam, e tbm tem dificuldade em praticar esportes pois perdi o equilibrio com facilidade e se cansa rapido e outra ela não cnseguir fazer coisas simples como tomar banho e vestir roupa . praticamente de tudo ela precisa de ajuda além do mais a mãe dele não aceita o problema q a filha tem .. Gostaria de pode ajuda-lá gostaria de umas dicas de como lhe dar com a criança ... . mais enfim ela é uma menina muito calma as outras crianças acabam judiando dela!

  • kris

    2013-04-28 19:44:50

    Sou professora ,tenho um aluno que comporta-se da maneira descrita no artigo. gostaria muito de poder ajuda-lo ele não se concentra , eu gostaria de uma orientação pois ele tem somente seis anos , este comportamento tem dificultado o seu aprendizado , o que devo fazer?

  • LEA GOMES FELICIO

    2013-04-16 13:53:13

    Tenho um neto de quatro anos que mora comigo desde que nasceu,a mae nao mora conosco ele é muito mal humorado,faz bastanre pirraça e quer façamos as sua vontades sempre é a palavra dele que deve prevalecer,ao nascer teve problemas e levando ao pediatra a mesma nos disse q poderia ter sequelas ....ser uma criança imperativa ,nao sei o que fazer me ajude por favor........................

  • mari

    2013-04-13 16:51:19

    tenho um filho de 5 anos e 6 meses, é inquieto, não me obedece, na escola não se desenvolve na alfabetização, quando eu chego em casa ele muda o comportamento completamente, começa a gritar chamar a atenção, bagunça a casa, tem dificuldades em pronunciar algumas palavras. Não me conta nada do que acontece com ele mesmo perguntando. Me ajudem.

  • IVAN

    2013-03-30 14:06:19

    Meu filho tem 8 anos aos 3 descobrimos que é portador do TDAH, não tem noção de perigo, fala algumas palavras mas com o tempo para de falar, tem pouca sensibilidade a dor, temos que estar por perto o tempo todo. Todos os relatos anteriores tem a ver com meu filho. Concordo com Claudia, é um anjo um presente que Deus nos confiou. força amigos.

  • edna

    2013-03-19 12:25:08

    bom dia gostaria de saber se a criança com esses problemas de falata de atençao, aconselha-se fazer um esporte, ou aula de musicas por exemplo, me orienta por favor! obrigada!

  • Silvana

    2013-03-15 04:30:59

    Meu filho de 7anos ainda não tem um diagnóstico, mas suspeito que sofra, mesmo que na forma mais branda, de TDHA. Ele até está alfabetizado, mas cada tarefa escolar é uma luta diária.Ele sempre está atrasado nas atividades, não gosta de ir prá escola, é mais imaturo que os demais coleguinhas, embora seja um menino bom e muito bonito é impopular, sentindo-se rejetado pelos coleguinhas. Isto não acontece o tempo todo, mas ele manifesta sentir-se assim, e isso me dói muito. Quero ajudá-lo, mas ainda não encontrei um profissional adequado. A fonoaudióloga que o tratou disse ele ter caracteristicas isoladas de tdah e hiperatividade. Mas , quer sejam muitas ou poucas caracteristicas, percebo que ele sofre. Peço orientação. Qual o profissional mais adequado?

  • fernnada

    2013-03-14 21:38:10

    Ele não obedece, dar trabalho para tomar banho, comer, não fica parado por 1 minuto e ele não obedece e ñ adiantar sentar com ele pra conversar ... Na escola não presta atenção nas aulas !!!! ele fez 5 anos em janeiro! como devo lidar ou procurar médico especialista me ajudar??

  • neiliane cristina de souza

    2013-03-13 20:35:55

    ola,eu tenho um filho de 4 anos de idade que e muito nervoso agitado mas nao vejo que e uma criança desatenta em casa,mas se irrita muito facil e so gosta de brincadeiras de correr, de pique esconde enfim,tenho dificuldades em faze lo ficar sentado quando e preciso quando vou na igreja tenho que ficar com ele no colo se nao ele se levanta meche com as pessoas acha que tudo o tempo todo e brincadeira,tenho dificuldades em saber swe realmente ele e hiperativo ja que em um diagnostico a medica disse que ele nao tinha limites e outra medica disse que ele era,ma shoje eu vejo que nessa segunda medica eu disse que ele era desatendo mas nao e,ele toma banho numa boa,so briga p escovar os dentes as vezes,ja na escola a professora me disse que ele e dificil,que tenta obedecela mas as vezes nao consegue nao sei mais o que fazer vou levalo ao medico p ter certeza

  • antonia

    2013-03-11 04:48:44

    meu filho tem tdah sou mae solteira trabalho sozinha pra cuidar dele ele iniciou o tratamento aos seis anos na santa casa no rio de janeiro tomou a ritalina ate os quinze anos nao quer mais continuar o tratamento conseguiu terminar o nono ano va iniciar o insino medio estou feliz mas e dificel

  • Marianna Augusta

    2013-03-06 12:03:42

    Oi, meu filho tem 5 anos e se enquadra nos sintomas de déficit de atenção e hiperatividade... Não sei mais o que fazer estou desesperada... Ele não obedece, dar trabalho para tomar banho, comer, não fica parado por 1 minuto e por mais que converse com ele para que ele obedeça não adianta... Na escola não presta atenção nas aulas parece que vive no mundo da lua... Me ajudem

  • Renata Rocha

    2013-03-03 19:55:06

    Olá, meu filho acabou de fazer seis anos, ele se encaixa nas informações citadas. Já não me obedece mais, Parece fingir nem nos ouvir mais. Só tenho ele, tenho medo de ter outro filho. Ele não consegue aprender nada do que diz a respeito de alfabetização. Seu sono é tranquilo. Por favor me ajudem.

  • Renata Rocha

    2013-03-03 19:51:25

    Olá, meu filho acabou de fazer seis anos, ele se encaixa nas informações citadas. Já não me obedece mais, Parece fingir nem nos ouvir mais. Só tenho ele, tenho medo de ter outro filho. Ele não consegue aprender nada do que diz a respeito de alfabetização. Seu sono é tranquilo. Por favor me ajudem.

  • Alexandra

    2013-02-26 19:53:24

    Olá!! Tenho um filho de 4 anos que tem um grande problema de não querer ficar sentado em uma sala de aula, as vezes ele tem um temperamento muito forte. É uma criança estresada briga muito com a irmã de 2 anos, gosta muito de brincar de luta, pular. Chorra com muita facilidade ate para comer ele n para, vejo que ele so fica quieto e com os dezenhos, e vidios. Sera que ele e hiperativo?