Roer as unhas na infância

Por que algumas crianças roem as unhas?

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

O tédio pode levar uma criança a roer as unhas. Este hábito não é exclusivo das crianças. Mas é um dos comportamentos mais difíceis de se interpretar.

Pode aparecer antes dos 3 anos de idade, e geralmente está associado às situações de ansiedade, cansaço e estresse.

Por qué uma criança começa a roer as unhas

Quando as crianças roem as unhas

Mas, se a criança é sadia, ou seja, brinca, estuda, tem amigos, come e dorme bem e parece estar de bem com a vida, é provável que se trate de um mau hábito passageiro. Neste caso o melhor é não interferir e esperar que passe.

Em todo caso, existem muitas razões pelas quais uma criança roe as unhas. Uma porque as coisas não vão bem na escola, outra porque não se encontra contente consigo mesma, ou porque vive uma situação de nervosismo, de medo, de tensão, ou porque gosta de machucar-se. Há crianças que roem as unhas e somente páram quando começam a sangrar.

Roer as unhas é um vício de longa duração. Segundo o Dr. Pedro Barreda, de pediatraldia.cl, é um dos hábitos mais comuns da infância:

Alguns estudos estimam que 40% das crianças entre os 5 e 18 anos roam as unhas. Tanto os meninos quanto as meninas roem as unhas na mesma proporção durante os primeiros anos. Não obstante, à medida que vão crescendo, os meninos são mais propensos a continuarem com o mau hábito.

O que fazer para que o seu filho deixe de roer e comer as unhas

- Não fale toda hora com seu filho sobre sua conduta. Isso poderá deixá-lo mais nervoso e o problema se agravará.

- O untar os dedos com uma substância de mal sabor seria uma medida útil, mas primeiro tente convencer seu filho que é uma atitude necessária, para que ele não se machuque mais. 

- Se você vê que o problema aumenta, e que existe já um descontrole visível, pode ser conveniente o conselho e ajuda de um psicólogo.