Como proteger seu filho no Carnaval

Cuidados necessários para não perder seu filho na multidão

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

No Rio de Janeiro, o programa SOS Crianças Desaparecidas, da Fundação da Infância e Adolescência, vão distribuir pulseirinhas de identificação para evitar o desaparecimento de crianças durante o Carnaval. O programa foi criado há 15 anos e já solucionou cerca de 3 mil casos de desaparecimento. O programa faz parte da Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos humanos.

A maior parte das ocorrências acontece meramente pelos descuidos dos pais. A criança não tem responsabilidade suficiente para se proteger. A culpa é dos pais mesmo. Qualquer descuido pode significar o desaparecimento do seu filho.

Cuidados que os pais devem ter durante o Carnaval

como proteger as crianças no carnaval 

Em muitas cidades ainda existem matinês em clubes e em outras somente na rua como na Bahia com seus trios elétricos. Se na cidade em que você reside não existe distribuição de pulseirinhas de identificação, você mesmo pode fazer uma pulseirinha ou um crachá de identificação com informações como: endereço, telefone, nome completo dos pais. Alguns pais mais cuidadosos costuram essas informações na roupa da criança. Os participantes do projeto dizem que é bom que a criança leve uma cópia do RG no bolso. 

Em caso de desaparecimento vá logo a uma delegacia e faça o registro.

1 – Bebida alcoólica ajuda na distração dos pais e favorecem a perda do filho na multidão. Procure não beber quando estiver na responsabilidade dos seus filhos. 

2 – Os pais não devem soltar as mãos do filho, principalmente em locais com muita aglomeração, seja durante o carnaval ou num shopping. 

3 – Como precaução é bom sempre marcar um ponto de encontro caso se perca do seu filho. 

4 – Nunca transfira ao seu filho a responsabilidade do cuidado dele. A responsabilidade é dos pais, sempre. 

5 – Caso a criança já tenha idade suficiente, treine-a para lembrar o telefone de casa, o celular dos pais e o endereço. 

6 – Oriente seu filho que em caso de se perder dos pais, que ele procure um policial ou segurança no local em que se perdeu. 

Fonte:
Luiz Henrique Oliveira
Gerente do programa SOS Crianças Desaparecidas, da Fundação da Infância e Adolescência (FIA).