Poesias infantis. Cecília Meireles

Poesias para crianças. 'A bailarina', de Cecilia Meireles

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Para quem ainda não sabe, Cecília Meireles nasceu no día 7 de Novembro de 1901 no Rio de Janeiro (Brasil) e faleceu na mesma cidade no dia 9 de Novembro de 1964. Foi jornalista, poetisa e professora, além de ser mãe de 3 meninas com o pintor Fernando Correia Dias, entre elas a reconhecida atriz Maria Fernanda Meireles. É uma das escritoras brasileiras mais consagradas de todos os tempos. A poesía 'A bailarina' é uma das mais conhecidas.

Letra da poesia A bailarina - Cecilia Meireles

poesia A bailarina, Cecilia Meireles

Um dos fatos que mais marcaram a vida de Cecília Meireles, e posiblemente a mais decisiva, foi o falecimento dos seus pais, quando ela era ainda muito pequena. Desde então, ela esteve sobre os cuidados de uma de suas avós.

Ao pouco tempo, ela já escrevia poesias. O seus primeiros versos foram escritos quando ela tinha apenas 9 anos de idade. Ela publicou o seu primeiro poema em libro, aos 18 anos de idade. Recebeu muitos premios por suas obras. Além disso, ela colaborou com importantes jornais sobre temas educativos e escreveu vários livros para crianças. Ao mesmo tempo, ela foi a fundadora da primeira biblioteca infantil do Rio de Janeiro.

Uma das poesias mais conhecidas desta autora, é a ‘A bailarina’. GuiaInfantil Brasil te oferece esta poesia:

Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.

Não conhece nem dó nem ré
mas sabe ficar na ponta do pé.

Não conhece nem mi nem fá
Mas inclina o corpo para cá e para lá.

Não conhece nem lá nem si,
mas fecha os olhos e sorri.

Roda, roda, roda, com os bracinhos no ar
e não fica tonta nem sai do lugar.

Põe no cabelo uma estrela e um véu
e diz que caiu do céu.

Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.

Mas depois esquece todas as danças,
e também quer dormir como as outras crianças.

(Poesia de Cecilia Meireles, Ou Isto ou Aquilo, Ed. Nova Fronteira)