Conselhos para que as crianças aprendam a ler em inglês

Crianças bilíngues: aprender a ler em diferentes idiomas

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Qual é a idade ideal das crianças aprenderem a ler? Por que devo começar a ajudá-la a aprender a ler? Quando vão começar a ler no colégio? Vai confundir a cabeça da criança em aprender outros idiomas ao mesmo tempo? Essas são algumas dúvidas que preocupam os pais que querem que seus filhos sejam bilíngues e aprendam outros idiomas.

Para sabermos as respostas devemos conhecer um pouco melhor o ritmo de aprendizagem e desenvolvimento das crianças e levar em conta alguns conselhos para que as crianças aprendam a ler em inglês.

As crianças aprendem a ler aos seis anos

Como ensinar a ler em inglês às crianças

No Brasil, as crianças são colocadas nas escolas a partir dos seis anos. Muitos pais questionam sobre a melhor idade para a criança começar a ler.

Estudos baseados em experiências educacionais comprovam que cada criança tem seu próprio ritmo para a leitura e escrita. Neuropediatras concordam que as crianças podem começar a aprender a ler desde os quatro aos sete anos de idade, dependendo do desenvolvimento cerebral delas.

O aprendizado da leitura depende totalmente da criança e da sua maturidade. Por isso algumas crianças tem mais facilidade do que outras para aprender a ler e escrever. Temos que lembrar as desigualdades sociais que também influenciam nesse aprendizado. Ambientes de baixa escolaridade são desmotivadores para as crianças. O incentivo que elas recebem em casa, dos pais, é fundamental para esse desenvolvimento.

Conselhos para ensinar as crianças a lerem em dois idiomas

1. Métodos para aprender a ler. Se utilizarmos o mesmo método que já temos usado com a criança para aprender o primeiro idioma, teremos a vantagem de que isso lhe será familiar e não terá que começar do zero.

2. Idade para começar a ler em inglês. O melhor momento para começar a ler é uns meses depois de ter começado a aprender o primeiro idioma. Esse tempo é necessário para não saturar a criança, já que terá muitos aspectos a trabalhar. Os jogos e brincadeiras ajudam na leitura em outras línguas.

3. Facilidades para a aprendizagem da leitura. Nesse sentido se destaca a importância dos estímulos audiovisuais. Grande parte da aprendizagem das crianças é por meio do relacionamento e da repetição. Ter à disposição um grande apoio de canções e vídeos musicais na hora de aprender o abecedário em inglês é excelente. 

4. Motivação para aprender outro idioma. É normal que as crianças passem por etapas que não queiram falar em inglês e façam de conta que não estão entendendo o que dizem. É uma fase natural, que não devemos dar importância caso a criança esteja aprendendo o idioma de forma natural. O problema surge quando a criança está tendo aulas teóricas como um adolescente tem. Temos que respeitar o ritmo de cada criança. Os métodos para ensinar uma criança são diferentes daqueles utilizados para um adolescente. As crianças precisam mais de estímulos audiovisuais, de figuras e brincadeiras.

5. Momento para praticar a leitura. Qualquer momento é bom para praticar a leitura, sempre que apresentemos à criança como um jogo, uma brincadeira. Ela ficará encantada em ler cartazes na rua, revistas ou jornais.

Celia Garabaya
Técnico Superior em Educação Infantil
Diretora pedagógica en British Bubbles
Colaboradora de GuiaInfantil.com