Educar a criança com valores. A caridade

Como conseguir que as crianças entendam o que é a caridade

Vilma Medina

Vilma Medina

Queremos que nosso filho seja sincero, generoso e amável. E às vezes nos descuidamos de um dos valores que mais andam juntos à bondade: a caridade. Explicar a caridade às crianças é uma tarefa dos pais. Talvez o exemplo seja a melhor maneira de conseguir que os pequenos entendam o que essa palavra significa. 

O que é a caridade e como explicá-la às crianças

educar-a-criança-com-valores-caridade A 

Para os cristãos, a caridade é uma das pedras angulares na vida das pessoas. As três virtudes que toda pessoa deveria ter, segundo a teologia cristã são: a fé, a esperança e a caridade. E, dentre elas, a caridade é a que mais aproxima a pessoa da bondade. Para a fé cristã, significa amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. 

Se buscarmos no dicionário, talvez encontremos uma ajuda na hora de explicar a caridade ao nosso filho. Dentre outros significados, encontramos essas: ‘esmola que se dá aos necessitados’ ou ‘atitude solidária com o sofrimento alheio’. Ou seja, a caridade é exercer uma ação solidária de forma altruísta diante uma pessoa necessitada. 

Talvez a forma mais simples de explicar-lhes em que consiste a caridade, seja com o exemplo. Quando vir alguma pessoa necessitada, diga ao seu filho por que essa pessoa está pedindo dinheiro ou comida. Explique-lhe que algumas pessoas necessitam de ajuda e que qualquer gesto da nossa parte pode fazer muita diferença. Deixe que seja ele quem ofereça uma moeda ou algo de comer. 

A caridade como gesto altruísta nas crianças 

Ser caridoso significa ser menos egoísta e pensar mais nos demais. Ser caridoso também significa ser generoso. É uma virtude que compreende muitas outras. E ainda que pensemos que as crianças são pequenas para entendê-la, o certo é que entre eles se ajudam mais do que pensamos. Com certeza não custa muito para a criança entender o significado da caridade. Se você não acredita muito nisso, é só olhar para os menores. Muitas crianças se entristecem ao ver outras chorarem e tentam ajudá-las se a virem cair. A criança compartilha seu sanduíche se virem que seu amigo não tem. E fazem de forma desinteressada, sem esperar nada em troca. Aplauda esse tipo de comportamento e você terá no futuro um filho caridoso. 

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com

Educar a criança com valores. A Generosidade

Educar a criança com valores. A Generosidade

Crianças generosas. Educar as crianças que compreendam o valor da generosidade é uma tarefa dos pais e educadores. As crianças quando são pequenas tem muita dificuldade de dividir. Tudo é delas e de mais ninguém. A generosidade é um aprendizado diário.

Educar a criança com valores. A Obediência

Educar a criança com valores. A Obediência

Os valores devem ser incutidos na criança desde a mais tenra idade. Muitos valores que as crianças adquirem ou aprendem são vendo as atitudes dos pais no dia a dia, por isso a importância dos pais e professores no aprendizado.

Educar a criança com valores. A amizade

Educar a criança com valores. A amizade

A amizade. Para que a criança aprenda o valor da amizade é preciso gerar conhecimentos, habilidades, emoções, vivências e sentimentos. A criança aprende a ser amiga, com os pais, professores, amigos, colegas de escola. Saber mostrar a importância da amizade é muito importante.

Educar a criança com valores. A bondade

Educar a criança com valores. A bondade

Educar com valores. Para ensinar a criança a exercer a bondade, o exemplo dos pais ainda é a melhor ferramenta. O exemplo diz mais que um turbilhão de palavras. E seu efeito será mais imediato quando a criança vê seus pais e irmãos maiores exercerem a bondade.

Educar a criança com valores. A compaixão

Educar a criança com valores. A compaixão

É necessário ensinar a criança ser compassiva diante das doenças, situações ruins, perdas e realidades de outras pessoas. Como educar as crianças a serem compassivas? O exemplo dos pais e educadores ainda são a melhor forma de ensino.

0 comentarios