Reflexologia podal para grávidas

Os benefícios da massagem nos pés durante a gravidez

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Durante a gravidez, o corpo da futura mamãe passa por muitas alterações físicas, funcionais e psicológicas. A gestante deve se adaptar a essas alterações da melhor maneira possível.

Nesse período, a mulher grávida se encontra um pouco limitada na hora de receber tratamentos que podem afetar o desenvolvimento normal do feto no interior do útero materno.

A Reflexologia Podal é uma terapia natura e com poucas contraindicações, que permitem a futura mamãe aceitar as mudanças com maior naturalidade e assim poder desfrutar de todo o período da melhor forma, beneficiando-se tanto ela como o futuro bebê.

A Reflexologia Podal para a gestante

A reflexología podal durante a gravidez

A Reflexologia sustenta que todos nossos sistemas, com órgãos envolvidos neles, têm nos pés um ponto que os representa. Quando se começa a trabalhar sobre eles, através da massagem, estimula-se o órgão ou o sistema alterado, equilibrando o funcionamento de cada órgão ou o sistema. Assim se consegue o correto funcionamento de cada órgão e o restabelecimento do estado de saúde. A Reflexologia Podal é a mais utilizada, ainda que se possa aplicar massagem nas orelhas e mãos.

Como a Reflexologia Podal ajuda na gravidez

A Reflexologia Podal pode ajudar, antes, durante e depois da gravidez.

1. Antes da gestação. Ajuda a regular as menstruações, ativando no homem a produção de espermatozoides e de óvulos na mulher. Diminui a tensão ou a ansiedade do casal que busca engravidar há muito tempo e lhes causa preocupação.

2. Durante as primeiras etapas da gravidez. Essa técnica é recomendada para facilitar a adaptação entre a mãe e o bebê durante a gestação. Após as 14 semanas, a Reflexologia Podal é boa para reduzir a ansiedade e o estresse, tratar a prisão de ventre, problemas de pressão sanguínea, dores nas costas, acidez, insônia, hemorroidas, vômitos e enjoos, dor muscular, câimbras e transtornos urinários. Recomenda-se que não seja somente a futura mamãe que receba o tratamento com a terapia, já que o homem também pode se beneficiar com as técnicas de relaxamento.

3. Preparação para o parto. As massagens através da Reflexologia Podal ajudam a mulher a se preparar para o parto, já que permite o natural estímulo dos hormônios que participam nele, como a ocitocina, a adrenalina e as endorfinas. A terapia reflexológica permite que as contrações se desenvolvam da melhor maneira possível, evitando que a mãe tenha que receber doses extras de ocitocina artificial.  

4. Durante o puerpério (pós-parto). Os órgãos que haviam cedido seu espaço para o útero voltam a se posicionar em suas posições iniciais durante o pós-parto, até conseguir o equilíbrio do corpo. Durante esse processo, a Reflexologia Podal atua recuperando, de forma natural, a harmonia de todos os sistemas, favorecendo o relaxamento, aliviando as tensões e as dores, próprias dessa fase.  

Conselhos extras para a massagem nos pés durante a gravidez

Antes de optar por essa técnica, é recomendável consultar o médico. Uma vez que tenha dado seu consentimento, buscar sempre profissionais experientes na terapia. As massagens relaxantes nos pés favorecem tanto quando aplicada no casal ou somente na mulher, favorecendo o relaxamento, a cumplicidade e o bem estar de ambos, e consequentemente, o bebê.

Marián Zamora Saborit
Fisioterapeuta. Técnico em Pilates
Psicomotricista em Educação Infantil
Colaboradora de GuiaInfantil.com