Como proteger as crianças da dengue

Conheça algumas dicas para proteger seus filhos da dengue

Todo verão no Brasil é a mesma coisa: o fantasma da dengue e a epidemia da doença se tornam alarmantes. A dengue é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti que também possui o vírus. O mosquito transmissor é preto, mede menos de um centímetro e tem as patas e o corpo listrados de branco. A dengue não é contagiosa e não passa de pessoa para pessoa. 

Os quatro tipos de dengue

Como proteger as crianças do mosquito da dengue

Apesar de todos os tipos de dengue possuir os mesmos sintomas, existem algumas diferenças entre eles. Quatro tipos de dengue são diagnosticados atualmente: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4.

Segundo Ivo Castelo Branco, consultor de dengue da Organização Mundial da Saúde (OMS), uma pessoa que pega um tipo do vírus, não poderá ser infectada mais por ele. 

Dengue clássica – Tem sintomas semelhantes aos da gripe: dor de cabeça, costas, febre alta e pode durar de cinco a dez dias. Algumas pessoas podem apresentar manchas vermelhas pelo corpo, hemorragias na boca, no nariz e urinar sangue.

Dengue hemorrágica – É o tipo grave da doença, que pode levar a pessoa à morte caso não receba atendimento com urgência. Os sintomas são basicamente os mesmos da clássica, a diferença grave é que em certos casos, a partir do quinto dia, podem ocorrer sangramentos em diversos órgãos e choque (queda da pressão arterial, palidez e perda de consciência). Na dengue hemorrágica acontece dor abdominal intensa e contínua, que não cede com medicação usual. 

Outros sinais de alerta da Dengue Hemorrágica: vômitos persistentes, extremidades frias, cianose, sudorese profusa, diminuição da diurese, hepatomegalia dolorosa, derrames cavitários, desmaios. 

Como prevenir as crianças da dengue 

Todos os anos o Ministério da Saúde e campanhas municipais batem na mesma tecla: evitar acúmulo de água parada, esvaziando pneus, vasos, calhas, guardar garrafas com a boca para baixo, fechar bem os tanques de água, utilizar areia nos vasos de plantas. Tudo para evitar que o mosquito se prolifere.

Outras atitudes que, se não impedem a transmissão da doença, dificulta:

1 - Utilizar espirais ou vaporizadores elétricos, que devem ser colocados ao amanhecer ou no final da tarde, antes do por do sol (horários em que os mosquitos da dengue mais picam).

2 - Utilizar mosquiteiros tanto em casas com crianças ou somente com adultos. Cobrir berços e caminhas das crianças, tanto de dia como de noite. 

3 - Telas protetoras em janelas e portas. São muito eficazes contra a entrada de mosquitos nas residências. 

4 - Utilização do ar condicionado. A baixa temperatura inibe o mosquito. Ajuda a espantar o mosquito, mas não o mata. 

Como tratar crianças que contraíram a dengue

Ao detectar os sintomas, levar a criança imediatamente para o hospital para confirmar a doença e tratar com urgência. 

É recomendado dar muito líquido para a criança, além de medicações específicas indicadas pelo médico para os casos de febre e dores. 

Já é de conhecimento de muitos que não se devem usar medicamentos à base de ácido acetil salicílico (aspirina), assim como anti-inflamatórios como o diclofenaco e ibuprofeno. Eles elevam o risco de hemorragias.

  • Homeopatia para tratar os resfriados das crianças
    Homeopatia para tratar os resfriados das crianças

    Ocorrem em todas as épocas do ano, em todas as idades e se apresentam de diversas formas, mas é o ‘fiel’ companheiro das crianças durante toda a infância. A homeopatia tem vários remédios para os resfriados das crianças.

    • Como identificar uma crise asmática nas crianças
      Como identificar uma crise asmática nas crianças

      A asma pode se apresentar de duas formas: De maneira episódica ou contínua durante vários dias ou semanas, sem alterar a atividade diária ou com uma mínima alteração da mesma ou em forma de uma crise.

0 comentários