Criança com febre. Febre infantil

A febre na criança é um alerta de que algo não vai bem

Júnea Assir

Júnea Assir

Para os pais qualquer mínimo sinal de que a criança possa estar com febre é preocupante, principalmente no caso dos bebês. Mas esta é a maneira do corpo avisar que precisa de cuidados especiais. Neste caso o mais importante é verificar quantos graus a criança tem e rapidamente encontrar sua origem.

Também é fundamental saber que as causas e os sintomas podem variar de acordo com a idade. Por exemplo nos recém-nascidos o aumento de temperatura pode ser por causa do excesso de roupa ou pela desidratação causada pela pouca quantidade de leite consumido. É muito comum quando os dentes começam a sair ou depois de tomar uma vacina. Em crianças um pouco maiores já aparecem as infecções bacterianas ou virais muito típicas como gripes ou resfriados. Em qualquer caso a criança deverá estar num lugar ventilado, tomar líquidos e se necessário algum medicamento.

Como reconhecer e o que fazer em caso de febre

Criança com febre. Como tratar a febre infantil

Em alguns casos a febre pode estar acompanhada de outros sinais como a inapetência, se a criança rejeita consumir seus alimentos. Também por dores abdominais, seguidos por uma gastroenterite. Mas é extremamente necessário procurar um pediatra o antes possível, mesmo em caso de uma febre baixa ou moderada. Ele deverá indicar o melhor tratamento em cada situação.

A criança tem febre quando a temperatura do seu corpo está acima dos 37º C. A maneira mais simples e eficiente é ter sempre um termômetro por perto. No Brasil a temperatura é medida em graus centígrados. O termômetro mais usado é o tradicional de vidro com uma marca de mercúrio dentro, que poderá ser comprado em qualquer farmácia.

Há várias maneira de medir a febre com ajuda do termômetro:

- Colocado na boca: muito importante que a criança não tenha nada frio ou quente nos 15 minutos antes de medir a temperatura. Um adulto deverá segurar o aparelho durante a medição. Não é a maneira mais usada por pais e profissionais.

- Colocado nas axilas: é o método mais usado e considerado mais simples. A criança não deve tomar banho e estar em repouso pelo menos 15 minutos antes de medir sua temperatura.

- Colocado no ânus: por causa do seu desconforto, este procedimento quase não é utilizado, mesmo sendo bastante eficaz. Neste caso é recomendável o uso de um termômetro específico, pelo seu formato feito sob medida.

O que os pais precisam ter claro é que uma febre significa que algo não está bem com seu pequeno. Portanto devem reconhecer que a criança está febril, suas causas e como eliminá-la. O estado febril é uma característica normal que surgirá muitas vezes na vida da criança. O melhor nestes casos é ser prático e tomar as primeiras providências.

Júnea Assir. GuiaInfantil Brasil

Gastroenterite infantil

Gastroenterite infantil

O que é a gastroenterite. Os sintomas, as causas e o tratamento. Gastrite é a inflamação da mucosa do estômago, enquanto que a dos intestinos se conhece como enterite. Quando são ambos órgãos afetados, produz-se uma gastroenterite, que é a irritação e inflamação do conjunto do trato digestivo.

A gripe em bebês e crianças

A gripe em bebês e crianças

Como se contagia, previne-se, e se trata a gripe nos bebês e nas crianças. A gripe é uma infecção respiratória altamente contagiosa, que apresenta os seguintes sintomas: febre elevada, cefaléias, vômitos, tosse seca, e em alguns casos, rinite, conjuntivite, e faringite.

Bebês e crianças com Pneumonia

Bebês e crianças com Pneumonia

A pneumonia infantil é uma infecção ou inflamação aguda do pulmão. Ela pode ser causada por vários microorganismos diferentes, incluindo vírus, bactérias, parasitas ou fungos. O início da pneumonia viral se caracteriza por um quadro prévio de catarro nas vias superiores, com rinite, febre ou febrícula, aparecendo posteriormente o compromisso da via respiratória inferior com dificuldade respiratória e aumento da frequência respiratória.

Como alimentar uma criança que está doente

Como alimentar uma criança que está doente

Quando as crianças estão doentinhas, ou seja, apresentam algum resfriado, tosse, febre, assim como võmitos ou diarréia, é muito normal que não queiram comer. No entanto, elas não podem deixar de comer, e por isso é importante saber com que alimentá-las segundo a doença que tenham.

0 comentarios

Ad