Reação dos filhos ao divórcio

Quanto menor a criança, mais dificuldades terá para entender a separação dos pais

Quanto menor a criança, mais dificuldades terá para entender o porque da separação dos seus pais. Quando uma criança de quatro ou cinco anos fica sabendo da separação dos pais, haverá grande confusão, porque ela ainda não entende. Ela sempre via seus pais juntos e se nega a admitir que esta situação mude. Irá reclamar da ausência do outro todos os dias, e insistirá para que voltem a morar juntos. Mas tudo isso dependerá muitíssimo da forma em que se desenvolva o processo de separação.

Os pais não deverão economizar esforços para que as crianças entendam sua decisão e lhes façam ver que é algo necessário. Quanto menor a criança, mais dificuldade terá para entender o que está acontecendo em casa.

O que a separação dos pais pode gerar nos filhos

 A reação dos filhos à separação dos pais

Diante da situação da separação dos seus pais, muitos filhos tornam-se rebeldes, malcriados ou deprimidos, e esta situação logo se refletirá de uma maneira negativa no seu desenvolvimento na escola, no seu contato com a família, e em sua convivência social, o que fará com que passem a buscar outras saídas não adequadas e benéficas para seus conflitos.

Em outros casos, as consequências são vistas depois do divórcio, e a concorrência entre quem é melhor, se o pai ou a mãe, de acordo como são tratados.

Divórcio na gravidez
Se a separação ocorre durante a gravidez ou durante os primeiros meses de vida, é provável que a criança se veja afetada pelo estado de ânimo da mãe, e portanto possa nascer com pouco peso ou com atraso no desenvolvimento cognitivo e emotivo.

Divórcio com filhos entre um e três anos
Na época da separação, é provável, que a criança torne-se muito tímida, comporte-se como uma criança menor que sua idade afetiva, requeira muito mais atenção e tenha pesadelos noturnos.

Divórcio com filhos entre 2 e 6 anos
A criança não entende ainda o que é um divórcio, mas ao notar que um dos membros do casal não dorme em casa, é provável que pense que é por sua culpa, e reaja de formas opostas: ou fique muito obediente (pensando se for bom, o papai voltará), ou também muito mais agressivo ou rebelde, como era de se esperar quanto ao seu caráter. Nesta idade, alguns dos pequenos negam a separação tanto a si mesmos quanto aos demais (mentem aos parentes ou amigos, dizendo que seus pais ainda dormem juntos à noite, e continuam brincando de bonecas durante meses, simulando sua própria família e fazendo que seus pais durmam um ao lado do outro).

Divórcio com filhos até os 6 anos
As crianças sofrem um grande temor de serem abandonadas, junto com uma profunda sensação de perda e de tristeza. Podem sofrer transtornos do sono, de alimentação, e adotar condutas regressivas. 

Divórcio com filhos entre 6 e 9 anos
Aparecem sentimentos de rejeição, fantasias de reconciliação e os problemas de atitude. É possível que as crianças experimentem raiva, tristeza e nostalgia pelo pai que se foi. Nos casos em que os cônjuges tenham tido conflitos graves, alguns filhos podem viver uma luta entre seus afetos pelos pais e pela mãe. Outras vezes, se descuidam no aspecto material, obrigando-os a prepararem a comida, a vigiar os irmãos menores e assumam responsabilidades muito pesadas para sua idade.

Divórcio com filhos entre 9 e 12 anos
Os filhos podem manifestar sentimentos de vergonha pelo comportamento dos seus pais, e cólera ou raiva pelo que tomou a decisão de se separar. Além disso aparecem as tentativas de reconciliar aos seus pais, o descontrole dos hábitos adquiridos e problemas somáticos (dores de cabeça, estômago, etc.).

Divórcio com filhos adolescentes

• Dos 13 aos 18 anos, a separação dos pais causará problemas éticos, e provocará, portanto, fortes conflitos entre a necessidade de amar ao pai e a mãe e a desaprovação de sua conduta. Geralmente as reações mais comuns nesta etapa são:

• Amadurecimento acelerado, ou seja, o adolescente adota o pai progenitor ausente, aceitando suas responsabilidades. 

• Por outro lado poderá adotar uma conduta antisocial: não acata nem aceita normas, desobediência, condutas de roubo, consumo de álcool, drogas, etc.

A separação não deve causar todas essas reações, mas sim algumas delas.
 
É importante destacar que a diversidade de experiências que vivem as crianças depois da separação dos pais, é, de qualquer modo, um sinal positivo, porque prova que o divórcio não é a única coisa que as prejudica, e que, muitas delas, superam a crise familiar, saindo delas mais fortes e mais maduros que seus conterrâneos que pertencem a famílias unidas.

  • Os inimigos da comunicação familiar
    Os inimigos da comunicação familiar

    As razões de uma má comunicação familiar. Quando um membro de uma família chega à sua casa, pode perceber uma mensagem de bem-estar ou tensão, sem a necessidade de olhar o rosto do restante da família. Isso pode acontecer em razão de quanto mais estreita seja a relação entre as pessoas, mais importância terá, e mais evidente será a comunicação não verbal.

    • Falar de sexo com seu filho
      Falar de sexo com seu filho

      É conveniente falar de sexo com seu filho desde o momento em que ele começar a conhecer seu corpo e a dar nomes. Para as crianças é muito importante que cada parte do seu corpo tenha um nome e não um apelido.

    • Como é difícil conciliar o papel de mãe com o trabalho
      Como é difícil conciliar o papel de mãe com o trabalho

      O dia 1º de maio é comemorado o Dia do trabalho a poucos dias do Dia da mãe. São dias que merecem uma reflexão sobre a grande dificuldade de ser mãe e exercer um trabalho profissional que seja compatível com as obrigações maternais.

42 comentários

  • M
    Marian

    16/11/2015 17:56

    E quanto os pais que se "divorciaram" e se reconciliaram? Os filhos manisfestam algum tipo de comportamento anormal?

    Avaliar
    Responder
  • c
    cain.ortega.79

    Valoración usuario

    Valoración:

    17/12/2013 14:09

    Ser honesto irá ajudá-lo a evitar a sofrer as consequências negativas alguns anos mais tarde. A criança é capaz de entender a situação e ela irá entender isso. Mas, por outro lado, não espere grandes sorrisos. Ela sentirá raiva e a raiva é mais do que justificável, mesmo que seja só por um curto período.

    ( http://programascelular.com.br/pais-divorciados-como-tratar-os-seus-filhos/ )

    Avaliar
    Responder
  • C
    Carlos

    01/04/2013 03:06

    AGORA VEREMOS… Diga para você mesmo o nome do único rapaz ou moça com quem você gostaria de estar (três vezes)… Pense em algo que queira realizar na próxima semana e repita para você mesmo (seis vezes). Se você tem um desejo, repita-o para você mesmo (Venha cá ANJO DE LUZ eu te INVOCO para que Desenterre OAS de onde estiver ou com quem estiver e faça ele ME telefonar ainda hoje, Apaixonado e Arrependido, desenterre tudo que esta impedindo que OAS venha para MIM l, afaste todas aquelas que tem contribuído para o nosso afastamento e que ele OAS não pense mais nas outras… mas somente em MIM. Que ele ME telefone e ME AME. Agradeço por este seu misterioso poder que sempre dá certo. Amém…). Publique esta simpatia por três vezes. Só mesmo esta simpatia, quero compartilhar com você a minha alegria e mostrar que se para mim deu certo para você também dará basta copiar e colar por três vezes em forum diferentes esta simpatia abaixo e logo em 48hs você terá uma linda surpresa, beijos Ainda esta noite de madrugada o TEU amor dará conta de que TE ama, algo assim acontecerá entre 1 e 4 horas da manhã esteja preparada para o maior choque de sua vida! Se romper esta corrente terá má sorte no amor. Deus vai lhe abençoará e a sua vida não será a mesmadenunciar comente leia outros

    Avaliar
    Responder
  • t
    thor

    30/03/2013 21:03

    Sou criança e não sei oque fazer com o divorcio do meu pai

    Avaliar
    Responder
  • B
    Becky

    21/12/2012 09:57

    Oi meu nome é Becky e eu sou do Reino Unido da (UK), eu gostaria de compartilhar meus testemunhos com o público em geral sobre o que este homem chamado Dr. Iduh de: [email protected], para o que ele acabou de fazer por mim, este homem acaba de trazer de volta a minha família perdeu para mim com seu lançador de magias grande, eu era casada com esse homem chamado John Mike estávamos juntos por um longo tempo e nós amamos a nossa auto, mas quando eu era incapaz de lhe dar um filho para 4 anos, ele me deixou e me disse que ele não pode continuar mais, então eu estava à procura de maneiras de obter de volta até que um amigo meu me disse sobre este homem e deu o seu e-mail de contato: [email protected] então você não vai acreditar nisso quando contactei este homem em meus problemas, ele preparou este feitiço e trazer meu marido de volta e perdeu depois de um mês meu i perder meu mês assim que eu fiz um teste eo resultado declarado estou grávida sou feliz hoje sou uma mãe com um bebé, obrigado mais uma vez a Iduh grande para o que você fez para mim, se você está lá fora passando por esse mesmo tipo de problemas de você precisar de um amor perdido de volta ou qualquer tipo de problemas para você pode entrar em contato com ele hoje em seu mail: [email protected], e ele também vai ajudá-lo também

    Avaliar
    Responder
  • D
    Daniella

    16/12/2012 16:37

    Tenho 13 anos e no momento meus pais estão quase se separando.Meu pai ainda ama muito a minha mãe já a minha mãe não o ama mais.Meu pai sempre foi sozinho, não tem muitos amigos sua vida é a familia e o trabalho, apesar de des que me entendo por gente, meu irmão nunca se deu bem com o meu pai.Ele é um homem carinhoso que chega a ser meloso, dramático e bastante inconveniente. Nunca foi muito facil conviver com ele.Enquanto eles ainda não se decidem meu pai sofre e vem desabafar comigo já que não tem mais ninguem para falar e se recusa a fazer isso com outra pessoa.Já a minha mãe está decidida no que quer e só o está aguentando por questões financeiras.Todos os dias eles brigam e eu tento me esconder o máximo possível, me concentrando em outras coisas. Entretando os dois confiam muito em mim e por esse motivo ambos lados me falam do mesmo assunto me permitindo ter uma visão de ambas as partes.Entretando, eu não preciso que eles me contem.Sempre fui uma menina observadora(pelos menos era o que me diziam) e mesmo que não me digam eu vejo e sei o que está acontecendo.Como diz meu pai, sou vária vezes "você é minha confidente, filha"Mas não vou negar que sofro por toda a situação e ainda por eles não deixarem meu irmão já com seus 20 anos não saber de nada.Sofro, e tento aceitar com todas as forças a separação certa dos dois.Sei que não sou mais a mesma, estou ficando mais reservada , um pouco fria de vez enquanto para certas coisas, ainda fbrinco mas não como antes.Já me peguei várias vezes olhando para o vazio procurando algo que não sei o que é.Algumas vezes quando penso no assunto mias profundamente começo a chorar inconscientemente quando estou sozinha no meu quarto.Quero que tudo acabe logo, não me importo qual decisão eles tomem só quero que acabe.Mas não gosto de ficar assim, me sinto fraca.Uma vez minha mãe me disse para ser forte e quero ser.Bom acho que por experiencia própria peço aos pais que não demorem muito, por que apesar de entendermos também sofremos, isso de adiar muito é uma tortura e não fácil aceitar.

    Avaliar
    Responder
  • G
    Giovanne Remidio Dos Santos

    28/11/2012 05:45

    Pf me ajuda mais pais se separaram ontem eu estou sofrendo mt estou chorando sinto muita dor de cabeça por favor me ajude !!

    Avaliar
    Responder
  • A
    Ana julia Puga Puga

    20/09/2012 13:37

    eu sou Criança e sofro isso

    Avaliar
    Responder
  • K
    KELLIANNE

    12/08/2012 17:56

    queria uma orientaçao pois meu filho tem 9 anos e esta muito rebelde e chora muito com a separaçao,queria saber como devo agir para contorna essa situação.

    Avaliar
    Responder
  • a
    ana carollina

    19/07/2012 21:14

    Eu tenho 15 anos e meus pais se separaram quando eu tinha 8 meses. Encontrei esse artigo procurando. Formas de ajudar meu melhor amigo alidar com o divorcio de seus pais.
    Ele nao quer aceitar o que esta acontecendo e eu estou procurando deixar claro para ele que mesmo com o divorcio seus pais sempre estarao ligados pela familia, uma vez que podem deixar de ser marido e mulher, mas nao deixar de ser pais e avos. Acho que isso pode ajudar bastante porque tenho certeza que isso esta passando pela sua mente. Claro que isso nao basta. Mas fazer-lo pensar que seus pais poden estar tomando essa decisao por estar vivendo uma um momento em que o casamento ja nao da mais certo e que ele como filho que ama seus pais tem que pensar na felicidade deles tambem.
    Espero que isso possa ajudar a conforta-lo e que ajude voces tambem.

    Avaliar
    Responder

Página: 1 de 5 (42 Artigos) 12345››