O salário de uma mamãe que trabalha em casa

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Cozinhar, limpar, esfregar, passar, costurar, dar banho nas crianças, recolher a roupa, passar o aspirador, repassar os deveres com as crianças, levá-las ao parque, cuidar quando estão doentes... Quanto dinheiro você acredita que deveriam pagar a uma mãe por trabalhar em casa? A resposta já tem uma cifra: 73.960 dólares por ano (R$ 226.317,00). Ou seja, que as mamães que trabalham em casa, deveriam ganhar uns 6.100 dólares por mês (R$ 18.666,00). 

Você não acredita? Pois isto está totalmente documentado. O artífice deste cálculo não é um ministro, nem um banqueiro. É um pai consciente do trabalho que sua mulher faz todos os dias em casa. 

O trabalho da mãe (ou do pai) que fica em casa

o-salário-de-uma-mamãe-que-trabalha-em-casa A

Não importa se é a mãe ou o pai. A idéia consiste em calcular quando custo o trabalho diário em casa e com as crianças. Se tivesse que pagar tudo o que uma mãe, dona de casa, faz dentro de casa (ou pai, se é quem se encarrega da casa), a cifra deixaria muita gente de boca aberta. 

Pois isso é o que fez Steven, um papai muito orgulhoso da sua mulher, Glória, que decidiu deixar o seu trabalho e se encarregar de todas as tarefas do lar antes de pagar a uma babá em tempo integral. Steven quantificou o resultado e o desmembrou de acordo com a tarefa. Abriu um blog: ‘We are Glory’ (‘Somos Glória’) e publicou a sua análise. Por exemplo, ele somou todas essas tarefas: 

- Serviço de limpeza: de 50 a 100 dólares por serviço (mínimo, uma vez por semana). 

- Serviço de lavanderia: 25 dólares por semana.

- Personal Shopper (compras de alimentos, roupa, vários recados...): 65 dólares por hora.

- Chef (Cozinha): 240 dólares por semana.

- Tarefas de assistência (ajuda com os deveres, curar os ferimentos das crianças...): 75 dólares por hora. 

As mamães multitarefa

O certo é que somos muitas as que se identificam com Gloria, a protagonista desta história. Trabalhem ou não em casa, trabalhem fora e dentro de casa, as mães demonstram a cada dia uma energia inesgotável. Porque na realidade, não existe somente uma só mãe.

Existe a mamãe poupadora, a mamãe psicóloga, a mamãe enfermeira, a mamãe animadora, a mamãe cozinheira, a mamãe motorista, analista, a mamãe limpadora... Ser mamãe é mais que uma profissão, uma profissão multitarefa. E, ainda que as coisas felizmente tenham mudado (e os pais ajudam muito mais do que antes nas tarefas do lar), não nos enganemos. Uma mãe continua sendo uma mãe.  

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com