Voltar ao trabalho após a licença maternidade

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Hoje retorno ao trabalho após minha licença maternidade. Faz cinco meses que tive o meu terceiro filho, um lindo bebê que felizmente cresce sadio e feliz. Qualquer mamãe que tenha passado por essa situação compreenderá como eu me sinto. Trata-se de uma mistura de preocupação, nervosismo, tristeza e incertezas... 

Em alguns dias tudo isso passará, mas certamente os primeiros dias são mais complicados, e como não sê-lo, quando durante meses você não se separava do seu bebê de dia e de noite? 

A volta ao trabalho após ter um bebê

voltar-ao-trabalho-após-a-licença-maternidade A 

A licença maternidade na Espanha consiste em 16 semanas, e somando férias e o período de amamentação, estive longe do trabalho durante cinco meses. Hoje chegou o momento de me incorporar ao trabalho novamente e confesso que não tem sido fácil o momento de dar um beijinho no bebê e sair de casa, que me entristece a alma. 

Com o meu primeiro filho eu passei muito mal e tentava me esconder atrás da tela do computador para que ninguém me visse chorando. Na segunda maternidade eu não parava de ligar para casa para saber se o meu bebê estava bem. Hoje confesso mesmo com lágrimas nos olhos, me sinto mais confiada. Sei que o meu bebê está em boas mãos. Tenho a sorte de ter uma sogra que cuida dele com muita dedicação e carinho e felizmente o meu horário de trabalho me permite desfrutar dele uma boa parte da tarde e noite. 

Ainda que, deixar o seu bebê para voltar a trabalhar não seja fácil, eu gostaria de olhar o lado bom da situação e compartilhar algumas coisas que me parecem positivas: 

- Você deixa de pensar somente na amamentação, trocas de fraldas, horários de sono e começa a pensar em outros temas, que pelo menos no meu trabalho, são enriquecedores. 

- Você conversa com outros adultos, algo importante quando o seu dia consistia em fazer caretas e falar no diminutivo.

- Finalmente chega a oportunidade de deixar os pijamas e as roupas desportivas para começar a se arrumar, se maquiar e se ver um pouco mais feminina. 

- Você volta para casa com mais vontade de aproveitar o tempo e desfrutar mais intensamente desses momentos tão especiais com os seus filhos. 

- Graças a Deus você tem um trabalho e um salário com que manter sua família, algo muito distante e difícil para muitas pessoas hoje em dia.

Pode ser que nenhum desses pontos console a muitas mamães que estão passando pela situação de retorno ao trabalho após a licença maternidade. Cada uma tem circunstâncias específicas que podem fazer desse momento mais complicado ou doloroso.

Ninguém vai evitar que a gente se sinta a pior mãe do mundo quando tiver que sair e o seu bebê ficar te olhando, mas não dura eternamente e as crianças agradecem os bons momentos que podemos passar com eles. Milhares de mamães do mundo sobrevivem a esse momento e nossos filhos são igualmente queridos e cuidados quanto àqueles que podem estar com sua mamãe e o seu papai o dia todo. 

Por último, hoje queria enviar um beijinho a todos os meus companheiros que me acolheram com os braços abertos e a todos aqueles que fazem com que a minha vida de mamãe trabalhadora seja um pouquinho mais fácil. 

Alba Caraballo
Editora de GuiaInfantil.com