Como os pais podem conciliar o trabalho e a família

Ter uma família saudável é uma tarefa que exige muitas responsabilidades

Hoje em dia, ter e manter uma família com saúde é uma tarefa que exige compromisso e muita responsabilidade. O compromisso começa nos pais, na sua forma de dividir as tarefas de casa, as obrigações com os filhos, etc.

Depois que a mulher conseguiu evoluir no mundo laboral, a família sofreu algumas modificações, algumas boas outra nem tanto. Mas isso não é responsabilidade da mulher e sim da sociedade que não ainda não está preparada para receber essas mudanças.

O trabalho doméstico de mamãe e papai

Como conciliar o trabalho com as tarefas domésticas

Hoje, infelizmente, na maioria dos lares, todo o peso das atividades e das tarefas domésticas, caem sobre a mulher. Ela tem que ser mãe e profissional, de primeira. E muitas vezes, dependendo do posto de trabalho que ela ocupe, não ajuda muito. A sociedade ainda necessita amadurecer muito neste sentido para oferecer as melhores condições para que os pais possam conciliar trabalho e família, da melhor maneira possível.

Muitas vezes as obrigações familiares e domésticas não contam com a flexibilidade das empresas para as quais trabalham os pais, fazendo com que, especialmente a mulher, veja limitado o seu crescimento profissional. Por outro lado, as mulheres nem sempre podem contar com os homens. A maioria dos homens ainda não assumiram que uma família e uma casa devem funcionar como uma pequena empresa onde ele e a mulher devem dividir e se responsabilizar das tarefas familiares, da mesma forma. O casal deve negociar e adaptar-se às mudanças, para que tanto ele como ela tenham o direito de gozar de uma vida profissional saudável, sem ter que sacrificar a família.

Como administrar o trabalho de casa

1- O primeiro passo que necessita dar o casal para que possam conciliar o trabalho e a família da melhor forma, é a comunicação.

2- Eles necessitam compreender que ‘ganho eu e ganha você’.

3- O seguinte passo é a organização. O que podem fazer em função do horário de trabalho de cada um. 

4- Estar disposto (a) a ser flexível quanto as tarefas. ‘O que eu posso e o que eu não posso fazer’. Conciliar o tempo no trabalho e o tempo em casa. Evite excessos em ambos os lados, seja em saídas ou faltas no trabalho ou em extras e serões;

5- Paciência e empatia. Os pais devem evitar levar trabalho para casa ou problemas de casa para o trabalho;

6- Ser conscientes de que é necessário conciliar trabalho e família.

7- Estar disposto (a) a sacrificar as suas horas livres pelo bem da família.

8- Saber que mesmo que tenham uma empregada doméstica, que existem tarefas que só eles devem realizar e não deixar tudo para a empregada.

9- Devem ter bem claro que os momentos vividos com os filhos e a família não se repetem. Cada momento é único. É importante aproveitar os momentos em casa para também dar atenção ao filho.

10- É importante, se pode, que a família tenha uma pessoa de confiança para cuidar aos filhos enquanto os pais não estiverem.

11- Em dias de folga, separar um momento para passear com o filho e aproveitar esse período, que é importante para a satisfação de ambos.

12- E o mais importante! os filhos devem ajudar os pais nas tarefas domésticas. Para isso, os pais devem ser EXEMPLOS para os filhos, na divisão do trabalho doméstico.

  • Trabalho Infantil no Brasil
    Trabalho Infantil no Brasil

    O trabalho infantil no Brasil ainda é um grande problema social. Milhares de crianças ainda deixam de ir à escola e ter seus direitos preservados, e trabalham desde a mais tenra idade na lavoura, campo, fábrica ou casas de família, muitos deles sem receber remuneração alguma. Hoje em dia, em torno de 4,8 milhões de crianças de adolescentes entre 5 e 17 anos estão trabalhando no Brasil.

    • Quando devo levar meu filho à creche?
      Quando devo levar meu filho à creche?

      Levar o bebê à creche? Devem considerar as seguintes situações: a família, a disponibilidade de horários, o estado da criança. Mas, em geral, recomenda-se que leve a criança à creche quando são capazes de andar, de dizer algumas palavrinhas, e quando se encontrem em condições de adaptar-se às novas situações.

0 comentários