Como é difícil conciliar o papel de mãe com o trabalho

O dia 1º de maio é comemorado o Dia do trabalho a poucos dias do Dia das mães. São dias que merecem uma reflexão sobre a grande dificuldade de ser mãe e exercer um trabalho profissional que seja compatível com as obrigações maternais.

Levar os filhos à escola nos dá a oportunidade de conversar com muitas mães e compreender as grandes dificuldades que todas nós vivemos para nos sentir satisfeitas com o nosso trabalho maternal e ao mesmo tempo conseguir exercer uma carreira profissional. Muitas de nós remamos no mesmo barco diante das ondas de muitos impedimentos. 

O Dia do trabalho e a maternidade

como-é-difícil-conciliar-mãe-com-trabalho A 

Somos nós, mães, que temos que resolver grandes dilemas e desafios a este respeito. Algumas de nós somos autênticas malabaristas para administrar nosso tempo e resolver situações adversas e imprevistos. Uma mulher trabalhadora e mãe terão possibilidades de trabalhar se conseguirem apoio dentro ou fora da família e não são poucas as mulheres que adiam ou atrasam sua carreira profissional por causa dos filhos.

São mães com jornada completa porque não puderam compatibilizar estas duas facetas, e, por conseguinte escolheram o que era prioritário. Ser mamãe não é somente trazer um filho ao mundo. Implica em um trabalho incrível, desde a atenção das suas necessidades físicas e emocionais à dedicação na sua educação e do seu aprendizado. Podemos passar horas a fio! O que está muito claro é que uma mãe trabalhadora necessita de ajuda alheia a ela, se não quiser morrer tentando. 

Os trabalhos das mamães são muitos: como vamos levar as férias dos filhos durante suas abundantes e merecidas férias? O que fazer do pequeno quando fica doente, o que acontece quando temos que viajar com urgência, o que fazer quando os horários escolares e os de trabalho não coincidem, o que fazer quando não se pode contar com os avós, babás ou esposo, o que fazer quando os gastos com o cuidado dos nossos filhos são praticamente os mesmos das entradas. 

Além dessas dificuldades algumas mães chegam ao dilema em que teriam que deixar tudo, mas não o fazem porque realmente necessitam do salário e quando os seus filhos forem maiores ficará muito mais difícil encontrar ou retomar sua vida laboral. Não é de se estranhar que muitas mães andem sempre com os nervos à flor da pele, com falta de tempo, com mau humor, com frustrações, com sentimentos de culpa. O dia a dia de muitas mães é estressante. Mas, para oferecer um tempo de qualidade aos nossos filhos, não são poucas as mães que renunciam do pouco tempo para si e também a postos com mais responsabilidade dentro das empresas. Será que tem alguma solução para isso? 

Mirna Santos

Redatora de GuiaInfantil.com

  • Dia das Mães. Tudo para as mamães
    Dia das Mães. Tudo para as mamães

    Para as mamães não existe data mais especial que o Dia das Mães. Uma ocasião única para desfrutar com nossos bebês e crianças nessa festa tão alegre. Celebre com as crianças o Dia das Mães e conheça mais sobre essa celebração.

  • Voltar ao trabalho após a licença maternidade
    Voltar ao trabalho após a licença maternidade

    Hoje retorno ao trabalho após minha licença maternidade. Faz cinco meses que tive o meu terceiro filho, um lindo bebê que felizmente cresce sadio e feliz. Qualquer mamãe que tenha passado por essa situação compreenderá como eu me sinto.

0 comentários