Criança canhota ou destra

Criança que nasce canhota ou destra. Criança que escreve com a esquerda

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Ser canhoto é uma característica da criança que não se pode, nem se deve corrigir. Os estudos indicam que entre 12 e 15 por cento da população mundial infantil é canhota.

Também revelam que o fenômeno de ser canhoto, é mais comum nos meninos (cerca de 11 por cento) que nas meninas (em torno de 9 por cento), sem que esteja determinado o porquê.

Perfil de uma criança canhota

Criança canhota ou destra

Uma pessoa canhota é a que tem preferência em usar a mão esquerda para a maior variedade de ações, como pegar, alcançar, jogar, brincar, assinar, escrever e manipular. Também inclui uma predileção por preferir o pé esquerdo para dar o primeiro passo para caminhar, montar um triciclo, chutar uma bola, pular corda, etc.

Em geral, ser canhoto significa ter em algum grau um domínio do lado direito do cérebro. Há tempos atrás, uma criança canhota não era vista com normalidade. Pensava-se que ser canhoto era um problema de saúde. Hoje em dia, já se sabe que ser canhoto não é uma doença. É apenas uma característica da criança que não se pode nem se deve corrigir.

Quando se detecta que uma criança é canhota

Normalmente é na escola que se detecta que uma criança é canhota, porque é quando começa a utilizar as mãos com mais freqüência. Até os 3 ou 4 anos, as crianças utilizam as mãos com mais freqüência. Até os 3 ou 4 anos, as crianças utilizam as duas mãos indistintamente. Para comprovar se uma criança é canhota ou destra, deve-se observar que mão, pé ou olho ela utiliza quando:

- Chuta uma bola.

- Escova os dentes.

- Se penteia.

- Bebe um copo d’água.

- Pula corda.

- Tampa ou destampa um frasco.

- Olha por um caleidoscópio.

- Escreve.

- Tira uma fotografia.

O olho, a mão ou o pé escolhido naturalmente para realizar as ações, supõe ser o dominante.