Os efeitos da música nos bebês prematuros

Vilma Medina

Vilma Medina

Quando um bebê nasce pelo menos a três semanas antes da data prevista, é considerado um bebê prematuro, e muitos dos seus órgãos e sistemas não se encontram maduros. É um bebê que pode ter problemas no seu ritmo cardíaco, dificuldades respiratórias, circulatórias e renais, apresentar baixo peso e se encontrar mais propenso a sofrer doenças ou inclusive a não sobreviver.

A música cuida dos bebês prematuros

bebê-prematuro-música-incubadora A 

A cada dia são mais bebês que nascem antes do tempo, e a recuperação requer muito tempo. Cada vez mais, pesquisas realizadas em todo o mundo, mostram a eficácia da música no desenvolvimento do bebê prematuro. Há algum tempo, a organização  March of Dimes (Organização não lucrativa dedicada a promover a saúde na gravidez e nos bebês), realizou um estudo com 500 mil nascimentos prematuros, nos quais se utilizou os efeitos e benefícios da música como alternativa terapêutica para sua saúde. Observou-se que, com cuidados necessários e alternativos como a musicoterapia, a saúde dos bebês prematuros tinha melhorado consideravelmente. 

Em alguns hospitais já se usa a música clássica ou instrumental como parte da terapia. Alguns vão mais além e utilizam músicas de ninar e outros sons agregados como o das batidas do coração ou o som do útero materno. A música tranqüiliza a mente e cada um dos órgãos do bebê prematuro, fazendo com que a probabilidade que ele sobreviva aumente. 

A música ajuda a reduzir alguma dor, a estabilizar o sono e a frequência cardíaca dos bebês, que ganhem peso e se sintam mais seguros no ambiente do hospital. Além disso, a música ajuda a diminuir o estresse dos pais e da equipe médica. A música não é aconselhável somente durante o tempo em que o bebê estiver no hospital. É importante que quando o bebê for para casa, os pais continuem estimulando-o com uma música tranquila e relaxada. Em alguns hospitais no Brasil, a música vem sendo usada como estímulo da amamentação

Com a música, os bebês comerão e dormirão melhor. Estarão mais relaxados e livres do estresse. A música acelera ou retarda o ritmo cerebral, a circulação, respiração, digestão e o metabolismo; aumenta ou diminui o tônus e a energia muscular; altera o sistema imunológico; aumenta a atividade neuronal nas zonas do cérebro relacionadas com a emoção. A música também pode despertar, estimular e desenvolver diversas emoções e sentimentos. Incita e favorece a expressão, estimula a concentração e a memória, e favorece o aprendizado, assim como o desenvolvimento e o crescimento dos bebês. 

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com

Benefícios da massagem para os bebês

Benefícios da massagem para os bebês

A massagem transforma o bebê em um bebê saudável em todos os aspectos. Todos os bebês podem ser massageados. Assim que aproveite para massagear seu filhinho. A massagem pode desenvolver mais rapidamente a coordenação motora, aumentar suas reações musculares, além do que tornará o bebê mais receptivo e mais apto a reagir ao espaço que o rodeia.

Bebês prematuros e a música

Bebês prematuros e a música

Os efeitos da música nos bebês prematuros. Quando un bebé nasce prematuramente, ou seja, pelo menos três semanas antes da data prevista, muitos dos seus órgãos não se encontram maduros. É um bebê que pode ter problemas em seu ritmo cardíaco, dificuldades respiratórias, circulatórias e remais, apresentar baixo peso, e encontrar-se mais propenso a doenças ou inclusive a não sobreviver.

O bebê prematuro

O bebê prematuro

No momento do seu nascimento, todos os bebês são classificados em função da quantidade de semanas que esteve em gestação. Considera-se um bebê prematuro o que nasce antes das 37 semanas de gravidez.

Os direitos do Bebê Prematuro

Os direitos do Bebê Prematuro

Cerca de 10 por cento dos bebês nascem de forma prematura. São bebês que chegam ao mundo em circustâncias adversas e distintas às que chegam de um modo geral.

A inteligência dos bebês prematuros

A inteligência dos bebês prematuros

O nascimento de bebês prematuros continua aumentando. De acordo com um estudo da Organização Mundial da Saúde, publicado neste ano, o número de crianças nascidas antes do tempo, já está perto dos 15 milhões no mundo e o número continua crescendo.

0 comentarios