O que acontece quando uma criança se perde

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Eu me lembro perfeitamente dessa sensação de terror. Sentir-se indefeso no meio de um mundo de gigantes e sombras é mais parecido com o sentimento de pânico. Eu pensei que tinha me perdido. Eu tinha somente 9 anos e o medo me paralisou por completo. Um casal se aproximou de mim ao ver meu rosto perdido e perguntou o que estava acontecendo comigo. Graças a eles eu consegui reencontrar meus pais.

Mas, essa história, agora anedótica poderia ter tido outro final. Poderiam não ter me ajudado, ou inclusive tentado me sequestrar. Você não crê nisso?

Você ajudaria uma criança que tenha se perdido?

o-que-acontece-quando-criança-se-perde A

Como você pensa que as pessoas reagiriam diante de uma menina de 9 anos que pede ajuda? Ela se perdeu e não encontra a sua mãe e anda desorientada pelas ruas que não reconhece. Busca ajuda e não encontra. 

Talvez no seu coração de mãe ou de pai pense que ninguém, numa situação dessas negaria ajuda. Talvez pense que seja fácil. Basta ligar para a sua família. Mas o que acontece se o que tenta ajudá-la, na realidade esconde sinistras intenções? 

Pedir ajuda sim, mas você pode confiar em uma pessoa que se ofereça gentilmente? 

Existem casos em que a criança perdida encontra pessoas que realmente a querem ajudar, outros que diretamente a ignoram. Pessoas que não querem perder nenhum minuto do seu valioso tempo e outras que se oferecem voluntariamente para ajudar quando pretendem algo diferente.

A melhor coisa é preparar nossos filhos caso, em alguma situação, se encontrem nessa situação. Que saibam reagir e que também aprendam a desconfiar. Aqui vão alguns conselhos vitais para evitar momentos difíceis e tentar solucionar o problema da melhor maneira possível: 

- Faça com que o seu filho aprenda o número de telefone de casa e dos seus avós e outros familiares.

- Ensine o seu filho a memorizar o seu endereço.

- Ensine o seu filho o número de emergências que deve chamar quando ele se perder. 

- Se o seu filho for muito pequeno, escreva na etiqueta da sua roupa o seu número de telefone. Você também poderá colocar nele uma pulseira com o telefone.

- Ensine o seu filho a desconfiar de algumas situações. Por exemplo, deixe claro que nunca poderá ir com um desconhecido, ainda que ele assegure que a conhece e também aos seus pais.

- Sempre que possível procurar um policial ou alguém investido de autoridade pelo fardamento para pedir ajuda.

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com