Meu celular nos sapatinhos do meu bebê

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

As temperaturas do verão são ideais para sair para passear com o meu bebê no final da tarde. Estes passeios são um exercício ideal para os pais e uma atividade enriquecedora para o bebê que pode ir observando do seu carrinho o mundo ao seu redor. Mas, às vezes, contemplar o exterior não é a única coisa que meu filho adora. Ele começa a jogar tudo o que tem nas mãos. 

Um dos seus hobbies favoritos são seus próprios pés. Fascinado por eles, movimenta suas perninhas e esfrega um pé no outro até que consegue ficar descalço. Quando os cordões estão bem justos e essa missão fica difícil, e às vezes impossível, com a flexibilidade que é característica dos bebês, ele alcança os sapatinhos com as mãos e os joga e eles saem voando. Como consequência, eu fico muito atenta a ele para que não os perca porque em determinada ocasião eu não consegui encontrar o outro par do pé e tive que comprar novos sapatinhos três dias depois de ter estreado os que eu perdi. 

Idéias para recuperar objetos perdidos

meu-celular-nos-sapatinhos-do-meu-bebê A

Depois do acontecido e de voltar caminhando pelo mesmo caminho que passeei com meu filho para ver aonde teria caído o sapatinho, com a esperança de encontrá-lo, ocorreu-me a idéia de anotar o meu número de celular no interior dos seus calçados com o objetivo de quem o encontrasse pudesse me ligar para devolvê-lo. E assim aconteceu já em duas ocasiões em que eu evitei ter que comprar um par de sapatos novos quando os antigos ainda não tinham ficado pequenos. 

A primeira vez, um jovem rapaz me ligou para me dizer que havia visto o sapatinho na calçada e ao recolhê-lo havia visto o número do meu celular no interior. Casualmente ele passava por ali e me disse que o deixaria em uma cafeteria próxima onde eu poderia passar a qualquer momento para pegá-lo. Outro dia, recebi a chamada de uma mulher idosa que se desmanchou em elogios pela originalidade dessa idéia, quando me ligou. A gente se encontrou em um parque próximo e durante o nosso encontro ela se lamentava que na época que teve os seus filhos e eram pequenos, as comunicações não eram tão avançadas como agora.  

Desde que são pequenos, os papais devem ir se acostumando a marcar tudo com o seu nome e número de telefone. No início, são os sapatinhos e os calçados, e por que não os ursinhos, a chupeta e a mantinha. Os bebês têm uma etapa terrível em que lhes encanta colocar à prova a lei da gravidade e gosta de jogar no chão qualquer coisa que tiver nas mãos para que seus pais agachem várias vezes para pegar. No entanto, logo depois com o seu ingresso na escola infantil ou em cada volta às aulas a gente aprendeu a marcar livros de texto e todo tipo de roupas e materiais. Essa é uma das melhores idéias que os pais poderiam ter para localizar tudo o que possam perder. 

Marisol Nuevo

Redatora de Guiainfantil.com