A escrita pode corrigir maus comportamentos das crianças

Vilma Medina

Vilma Medina

A grafologia diz que a crianças que escreve a letra ‘o’ com um rabinho quer guardar segredos, e aquela que coloca o ponto no ‘i’ tem boa memória. Isso é o que diz alguns especialistas nesse assunto, essa ciência relativamente jovem que se ocupa de interpretar a escrita e os desenhos das crianças, pois pode ser uma porta para ajudar aos pais e corrigir problemas de comportamento e de atitude nos filhos. 

Como melhorar a escrita das crianças

a-escrita-pode-corrigir-maus-comportamentos A 

Além das regras que marcam na psicologia o início da escrita em crianças, o desenho infantil é uma ferramenta que já se usa por psicólogos. Através dos traços, das posições das figuras dos desenhos é possível detectar aspectos do comportamento e da conduta de uma criança que precisam ser tratados. A grafologia está relacionada com as conexões cerebrais, elimina os mecanismos de defesa e converte as crianças em pessoas mais equilibradas. 

Pilar Besumán, psicóloga da escrita conseguiu desenhar o que poderíamos chamar em ‘cartilha escolar’ que pode conseguir melhorar a escrita e o rendimento das crianças nas aulas, e assim conseguir com que eles sejam mais obedientes e mansos. Está orientada a crianças de quatro e cinco anos, incluindo canhotos, que começam a escrever com um marcador de texto para deslizar letras de um só traço de maneira mais fácil. O método se baseia em uma letra sem retorno, progressiva e rápida. As letras estão ligadas sem voltar para trás nem passar duas vezes pelo mesmo lugar e com certa inclinação para a direita, o que em grafologia representa afetividade e adaptação ao meio.  

As folhas quadriculadas limitam o espaço para escrever a letra e também a inteligência, porque a parte de cima das letras representa o desejo e a de baixo a constância e a perseverança, por isso o ideal é subir e baixar a mão. Através desse método é possível detectar problemas de dislexias mais precocemente. A cartilha está sendo usada em algumas escolas na Espanha. No entanto, alguns editores a rejeitam e preferem utilizar as cartilhas de toda a vida e apostar com que as crianças seguirão em frente de alguma forma.

Como interpretar os desenhos das crianças

Como interpretar os desenhos das crianças

O desenho pode ser, na infância, um canal de comunicação da criança e seu mundo exterior. Segundo os psicólogos da Unidade de Desenvolvimento Psicológico e Educativo de San Salvador, por ética, só uma pessoa especializada, como alguns psicólogos, pode interpretar os desenhos, seguindo protocolos estabelecidos para esse fim.

Tipos de desenhos segundo a idade da criança

Tipos de desenhos segundo a idade da criança

O desenho evolui paralelamente ao desenvolvimento da criança. O desenho não se ensina, sai de dentro da criança. Pode-se estimular um bebê de um ano e meio, por exemplo, deixando-o ter contato com algum lápis. Convém utilizar os de cera que tem a ponta arredondada e são mais gordinhos. Nessa idade, muitas crianças já poderão segurar um lápis e fazer seus primeiros rabiscos.

A grafologia infantil

A grafologia infantil

A escrita das crianças diz muito delas mesmas. O que é grafologia? Para começar, a grafologia é a ciência que estuda as relações da escrita e a psicologia das pessoas, para fins distintos. Durante a infância, pode-se utilizar a grafologia para estudar a personalidade e o caráter das crianças, e conhecer algo mais dos seus pensamentos e sentimentos.

O significado das cores nos desenhos das crianças

O significado das cores nos desenhos das crianças

Os desenhos infantis são uma boa forma de conhecer um pouco mais aos nossos filhos. Através dos seus desenhos podemos descobrir seus sentimentos, como se relacionam com o meio e algumas características da sua personalidade. Ainda que convenha que a interpretação dos desenhos infantis seja feita por um especialista, os pais também podem tirar algumas conclusões.

Como interpretar o desenho que uma criança faz da sua família

Como interpretar o desenho que uma criança faz da sua família

Os desenhos que as crianças fazem falam muito da sua personalidade, o seu estado de ânimo ou como vêem o mundo. Os traços, as cores ou a posição dos objetos também nos dão pistas sobre como se sentem. A gente propõe a você o seguinte: peça ao seu filho que desenhe a sua família e a gente te ajudará a interpretar o desenho.

Os desenhos do meu filho: o que dizem?

Os desenhos do meu filho: o que dizem?

Quando as crianças são muito pequenas é muito difícil saber o que se passa pela sua cabecinha... Muitas vezes muitos de nós gostaríamos de ser uma formiguinha para entrar nos seus pensamentos, já que nem sempre elas sabem expressar com palavras o que pensam ou sentem.

0 comentarios