A inteligência se herda das mães

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Sim. Parece uma sentença polêmica, mas a ciência afirma e confirma: a inteligência se herda da mãe. É a mãe que transmite os genes relacionados com o coeficiente intelectual

Isso significa que de mãe inteligente nascerão filhos inteligentes? Por que então uma mãe com vários filhos tem um filho mais inteligente do que outro?

É certo que a inteligência se herda das mães?

a-inteligência-se-herda-das-mães A 

O gene da inteligência (já se tem demonstrado em numerosas ocasiões que tem um alto componente hereditário) se encontra no cromossomo X (segundo demonstrou o cientista norte-americano Robert Lehrke). Como a mãe contribui dois cromossomos X (XX) teria o dobro de possibilidades de transmiti-la. Desde então se tem efetuado numerosos estudos que tem determinado que seja efetivamente a mãe quem transmite a inteligência aos filhos numa maior porcentagem. 

Mas, como se fez a pesquisa? Mediante a manipulação genética de camundongos. Foram criados camundongos com doses mais altas de genes maternos. E camundongos com mais quantidade de genes paternos. No primeiro caso, os camundongos nasciam com um cérebro maior e um corpo menor, enquanto que no segundo caso, os camundongos apresentavam um cérebro menor e um corpo maior. A partir daí se descobriu que o cérebro tem áreas com maioria de células maternas e outras áreas que têm somente células paternas. E não é apenas isso: as células com genes de origem paterna foram se acumulando na área do cérebro que tem a ver com a alimentação, a sobrevivência e o sexo, enquanto que as células de origem materna se acumulavam na área cerebral do desenvolvimento da linguagem, a inteligência, o pensamento e o planejamento. 

Ou seja: a inteligência se herda da mãe e as emoções do pai. Surpreendente. 

Outros fatores que influenciam na inteligência das crianças 

Estes estudos demonstram que as mães transmitem uma capacidade, um coeficiente intelectual aos seus filhos. De fato, calcula-se que a inteligência se herda até em 60% (que a criança logo poderá desenvolver ou não). Mas, a inteligência não depende somente desse fator. Os 40% restantes depende desses outros: 

- O vínculo emocional que existe entre os pais e o bebê. De fato, as crianças com mais apego aos seus pais desenvolvem mais facilidade para superar uma frustração e resolver os seus problemas. Nesse aspecto, também existem estudos que favorecem a mãe.

- A capacidade da criança para se adaptar às mudanças.

- A capacidade para resolver um problema. 

- A autonomia e independência da criança

- A confiança e autoestima da criança

- Valores como o esforço, a perseverança e o empenho e interesse da criança em aprender.

Como o campo do cérebro que ativa a capacidade de resolver problemas e a parte racional está mais envolvida na área onde se acumulam as células masculinas, nesse aspecto, o pai também teria muito a ver. Portanto, o resultado do estudo diz, sim, que a inteligência dos filhos pode ser 60% herdada da mãe e 40% determinada pelo pai. Além disso, o coeficiente intelectual não é tudo... 

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com