O que é e como se mede o quociente intelectual das crianças

Confiabilidade do teste de inteligência para as crianças

Vilma Medina

Vilma Medina

Um belo dia o seu filho vem da escola com o resultado de um teste onde se determina se é inteligente, muito inteligente ou nada inteligente. Pode ser, inclusive, que você tenha uma criança superdotada em casa e nem tenha se dado conta. O resultado de um teste de inteligência é confiável? Medir o quociente intelectual das crianças vem sendo feito há décadas e ainda não existe concordância sobre sua confiabilidade. Que um teste determine se uma criança seja mais ou menos inteligente é algo que muita gente não aceita, e, no entanto, ano após ano os testes para medir o coeficiente intelectual das crianças continuam acontecendo. 

O que é o coeficiente intelectual nas crianças

o-que-é-e-como-se-mede-quociente-intelectual A

O quociente intelectual é o resultado numérico de um teste de inteligência que muitas crianças realizam. Mediante um teste, são colocadas à prova as capacidades cognitivas das crianças, avaliando suas capacidades, habilidades, seus pontos fortes e fracos. Lógica, dedução, capacidade raciocínio, habilidades numéricas ou habilidades verbais se medem em alguns minutos para determinar se a criança é inteligente ou não. 

Os resultados do teste definem as crianças de acordo com a sua inteligência que pode estar na média se o resultado do quociente intelectual oscila entre 90 e 110. Se o resultado for menor que 70 pode indicar certas carências cognitivas ou, para dizer de forma mais contundente, que a criança seja pouco inteligente. Por sua vez, aqueles valores do coeficiente intelectual que ultrapassarem os 130 correspondem a crianças superdotadas ou gênios.

Muitas vozes se levantam contra estes testes para medir o quociente intelectual das crianças porque os testes não medem certos aspectos como, por exemplo, a inteligência emocional, a sociabilidade ou a empatia das crianças, aspectos muito importantes para a inteligência que nada tem a ver com a capacidade de assimilar conhecimentos.

O quociente intelectual de uma criança determina sua inteligência? 

Estes testes que medem o quociente intelectual das crianças são uma boa forma de descobrir a uma idade precoce que capacidades têm mais desenvolvidas em que âmbitos podem ter problemas de aprendizagem. Mas, daí determinar o grau de inteligência da criança é um mundo.

O principal motivo pelo qual devemos levar ao pé da letra o resultado de um teste de QI é porque a inteligência não é algo mensurável. Enquanto que alguns continuem pensando que as pessoas inteligentes são as que possuem muitos títulos acadêmicos, outras pessoas consideram que a inteligência se mede melhor quanto à capacidade para ser feliz. Com as crianças ocorre o mesmo. Ter um QI alto garante que uma criança seja feliz? Em absoluto. 

Laura Vélez

Redatora de Guiainfantil.com

O que devem fazer os pais de filhos superdotados

O que devem fazer os pais de filhos superdotados

No caso dos pais percebam que seu filho tenha esse perfil, deverão tomar algumas providências. Segundo Linda Kreger Silverman, especialista do US Department of Education (Departamento de Educação dos Estados Unidos), os pais têm um papel fundamental no desenvolvimento dessas crianças. São eles os que devem entrar em contato com o educador da criança, a escola, e pedir uma orientação. Seguramente, depois de uma avaliação do caso, os docentes passarão a criança à observação de um orientador, e se for o caso, a um especialista. Se realmente se confirmar que a criança é superdotada, não a preocupe, porque receberão toda a orientação possível.

Hiperatividade Infantil (TDAH)

Hiperatividade Infantil (TDAH)

O Transtorno por déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) tem três sintomas: hiperatividade, falta de atenção e impulsividade. Trata-se da síndrome da conduta, de origem neurobiológica, mais frequente durante a infância. Estima-se que cerca de 5% da população infanto-juvenil, de 3 a 16 anos, sofre, sendo 3 vezes mais frequente nos homens.

Inteligência emocional das crianças

Inteligência emocional das crianças

A Inteligência emocional na infancia. É a capacidade para pensar, para raciocinar sobre as emoções. E isso implica antes de tudo, identificar as próprias emoções, assim como a dos outros. Temos que saber educar emocionalmente as crianças.

Os desenhos e a inteligência das crianças

Os desenhos e a inteligência das crianças

Preste atenção se quando desenha o ‘papai’ fica faltando os óculos ou chapéu. Se o seu filho tem quatro anos e nos seus desenhos ele coloca detalhes como esses, parabéns! Você tem um filho muito inteligente. Os desenhos falam muito sobre a personalidade do seu filho.

0 comentarios