Quando o casal se casa só porque tem filhos

Vilma Medina

Vilma Medina

Hoje em dia é muito comum ter amigos e familiares que estão separados, com ou sem filhos. Tanto é assim que já não é raro nas escolas crianças cujos pais estão divorciados. 

São crianças que têm outras experiências familiares, mas que assumem como normal viver em duas casas. Mas, o que levou seus pais à separação? São muitas as causas, ainda que uma delas, não pouco frequente, sucede quando os pais se casaram só por causa dos filhos. 

Você só se casou por causa das crianças?

quando-o-casal-se-casa-só-porque-tem-filhos A 

Os problemas do casal são complicados e são inúmeras as razões que podem levar um casal à separação. No entanto, às vezes o divórcio chega porque o matrimônio aconteceu somente por causa dos filhos: 

1 – O casal, já deteriorado, confia que a chegada de um filho arrume a situação, mas o fracasso está às portas, uma vez que um filho acaba separando o casal que já não tem tempo para uma dedicação mútua. 

2 – O casal se casa porque, sem premeditá-lo, esperam a um bebê não por que tiveram um projeto em comum: quando os casais se vêem forçados ao matrimônio ao engravidarem, antes ou depois pode sair à luz todas as carências como casal. 

3 – O casal decide se casar para regular sua situação porque deseja ter filhos: é o caso de muitos casais que decidem passar pelo trâmite do matrimônio para ter filhos. Pode ser que se separem ou não, mas dos três é o que tem uma melhor base construída. 

Tenho visto como matrimônios muito sólidos de pessoas que se casaram muito apaixonados ou pelo menos acreditavam estar até que os filhos chegaram. A situação pode se tornar mais delicada se um dos dois, ou ambos, não estão muito convencidos do amor do amor que sentem um pelo outro, algo que não é tão estranho. 

Seja qual for a razão pela qual o casal se separou, como conseguir que as crianças sofram o menos possível

- Falar muito com os filhos para fazer-lhes entender a nova situação. 

- Nunca se deixar levar pelas guerras internas do casal e evitar os comentários de desprezo um pelo outro na frente das crianças. 

- Estar muito atentos às reações e sentimentos das crianças para ajudá-las a canalizar essas emoções, que mais cedo ou mais tarde afloram. 

- Não utilizar as crianças como um bastão em quem se apoiar e não usá-los como terapia. 

- Assumir a nova situação e enfrentá-la da melhor forma possível, inclusive ainda que tenha perdido o nível aquisitivo. As crianças são mais espertas do que pensamos e lêem os nossos gestos e atitude. Não devemos transmitir-lhes nossas angústias, medos ou dificuldades. 

- Não usar os filhos como moeda de troca para prejudicar a parte contrária.

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com

Como explicar o divórcio aos filhos

Como explicar o divórcio aos filhos

Não se deve economizar esforços para que os filhos entendam a separação dos pais. Em geral, os divórcios são muito traumáticos para os filhos, mas se para os cônjuges é algo insuportável o não separar-se, o manter-se juntos seria um engano aos filhos, uma farsa, e provavelmente sofreriam muito mais assistindo discussões diárias e uma falta de amor ou carinho patente, do que se o divórcio se consumar.

Como conciliar filhos e casamento

Como conciliar filhos e casamento

O que acontece hoje nas famílias? Muitas estão se separando e outras, simplesmente se aguentam e sobrevivem. E nós nos perguntamos o porque isso está ocorrendo. Quais são as causas? Alguns casais atribuem à perda da convivência, outros às muitas horas de trabalho, ao distanciamento, e outras ainda, à responsabilidade e compromissos com os filhos.

Como divorciar sem afetar aos filhos

Como divorciar sem afetar aos filhos

Não nego, o divórcio como solução para alguns conflitos do casal, é o menor dos males. Tão pouco nego o direito das pessoas buscarem um matrimônio feliz; mas essa reflexão tenta alertar sobre o prejuízo que as separações podem ocasionar nos filhos.

Por que existem casais que se separam ao ter um filho

Por que existem casais que se separam ao ter um filho

Ter um filho é a coisa mais bonita desse mundo porque após nove meses de espera chega ao mundo essa pessoinha que fará com que a vida do casal dê um giro de 180º. Antes de ter um filho pode parecer que tudo é idílico. O casal tem todo o tempo para eles mesmos, podem fazer o que quiserem e desfrutar um do outro.

Os efeitos que o divórcio causa nos filhos

Os efeitos que o divórcio causa nos filhos

Conservar um matrimônio, às vezes é muito difícil, mas proteger aos filhos depois de um divórcio pode ser ainda mais complicado. Um estudo realizado pela University College Dubrin vai mais além. Revela que os efeitos do divórcio são mais prejudiciais para os filhos do que a morte de um dos progenitores.

0 comentarios